Páginas

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

IGREJA ATRAPALHA VITÓRIA DE DILMA NO PRIMEIRO TURNO


SEGUNDO TURNO
As igrejas, católica e evangélica, foram decisivas para que Dilma não vencesse as eleições no primeiro turno. Outro aliado poderoso para derrotar a candidata petista foi a mídia. Nunca vi uma candidata apanhar tanto com Dilma Rousseff.

ACUSAÇÕES INFUNDADAS
Uma das muitas acusações contra Dilma Rousseff foi a de que ela é favorável ao aborto. Vi dezenas de entrevistas dela e de outros candidatos e em nenhuma delas o tema “aborto” esteve na pauta das entrevistas. A igreja criou um fato para iludir milhões de fiéis. Conseguiu.

YOU TUBE
Uma das ferramentas usadas para desconstruir a candidatura da petista foi o You Tube. Vídeos foram postados e distribuídos aos milhões, entupindo as caixas de correio dos computadores pessoais com padres e pastores, descaradamente, pedindo para não votar em Dilma.

MARINA SILVA
Quem cresceu, mais do que os institutos de pesquisa previam, foi a candidato do PV Marina Silva. Com cerca de 20% dos votos válidos, ela foi além dos 14% que as pesquisas de intenção de voto lhe davam. Serra cresceu cerca de 2%. Marina vai ser decisiva no segundo turno.

SÃO PAULO
Em São Paulo, com margem apertadíssima, Geraldo Alckmin bateu seu principal oponente, o ainda senador Aloizio Mercadante. O tucano obteve 11.519.314 votos (50,63% do total) contra 8.016.866 (35,23%) do petista. Celso Russomano (PP) foi quem mais se aproximou da dupla, com 1.233.897 votos (5,42%).

DEPUTADO FEDERAL
Nenhum candidato de Taubaté se elegeu deputado federal. O mais votado da cidade foi o vereador Henrique Nunes (PV ) com 35.922 votos, seguido da vereadora Graça (PSB) com 24.112. A vereador Pollyana PPS) ficou em terceiro com 11.753 votos.

CANDIDATO FORTE
Praticamente sem campanha nas ruas, o tenente Orlando (PSC) conseguiu expressivos 6.004 votos, o que deve torná-lo forte candidato a vereador em 2012. Sinival (PMDB) teve um desempenho sofrível e sai magoado com o seu partido. Ele obteve só 1.957 votos. Fernando Borges (PSOL), 1188 votos, tenente-coronel Júlio (PP), 1.391 votos, e José Teófilo Correa (PRB), 788 votos, foram os demais candidatos de Taubaté.

DEPUTADO ESTADUAL
Com 87.674 votos, padre Afonso (PV) foi o único candidato de Taubaté a garantir a eleição. Entre os 94 deputados estaduais, ele aparece em 54º lugar. Bernardo Ortiz Júnior (PSDB) também sai fortalecido com os seus 52.332 votos. Depois aparecem Vera Saba (PT) com 16.269 votos, Beto Coelho (PT) com 3.291, Jefferson Cabral (PSB), 1511, e Lu Prado (PRB), 768 votos.

FORÇA ELEITORAL
Padre Afonso (PV) com 44.023 (30,34%) dos votos obtidos em Taubaté sai fortalecido dessas eleições. Bernardo Ortiz Júnior (PSDB), com 30.634 (21,11%) e Henrique Nunes (PV) com 26.599 votos (18,11%) são outros nomes para se pensar. Muita água vai rolar debaixo dessa ponte.

CÂMARA MUNICIPAL
As vereadoras Graça (PSB), com 21.390 votos conquistados em Taubaté, e Pollyana Gama (PPS), com 9.444 obtidos na cidade, despontam, desde já, como candidatas fortíssimas nas eleições municipais de 2012. Vera Saba (PT), que disputou sua primeira eleição, ficou com 11.909 votos. Sua estrada para a Câmara Municipal em 2012 está pavimentada.

ABSTENÇÃO
Cerca de 36 mil, dos 204 mil eleitores de Taubaté, não compareceram às urnas no domingo (3). A culpa é do feriado prolongado. Ontem (4) foi dia de São Francisco, padroeiro de Taubaté.