Páginas

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

HENRIQUE NUNES MOSTRA FORÇA E ARTICULA ELEIÇÃO DE JEFERSON CAMPOS

ARTICULAÇÃO

A eleição do vereador Jeferson Campos (PV) para presidir a Câmara Municipal de Taubaté em 2011 é uma demonstração do poder de articulação do vereador Henrique Nunes (PV), que deixa a presidência da Casa e garantiu a segunda vice-presidência, ou seja, com poder para continuar influindo nas decisões do Poder Legislativo taubateano.


DESTINO
Tanto poder de articulação pode assegurar a Henrique Nunes o apoio do prefeito Roberto Peixoto em uma possível candidatura à Prefeitura de Taubaté. Resta saber qual será seu próximo partido político. Após 8 anos de PPS e uma temporada no PV, é difícil crer que Henrique Nunes vá para o PMDB. Contudo, a palavra impossível não existe no mundo político.


ENSAIO
O diretor de Saúde da Prefeitura, o médico Pedro Henrique Silveira, e o diretor de Trânsito do município, o arquiteto Carlos Eugênio Monteclaro César, "lançaram-se" candidatos à sucessão de Peixoto, que não tem nenhuma pressa em indicar um candidato para sucedê-lo.


TABULEIRO
Ao permitir que seus nomes sejam especulados como possíveis candidatos nas eleições municipais de 2012, Pedro Henrique e Monteclaro expressam mais um desejo próprio do que uma vontade partidária. As peças estão sendo colocadas no tabuleiro de xadrez, mas o jogo está apenas começando.


DERROTA
Claro que não passa pela cabeça do prefeito Roberto Peixoto (PMDB) uma derrota de seu candidato na sucessão municipal. Aumentam, portanto, as chances do vereador Henrique Nunes, que está afastado do PV, mas não está desfiliado.


RAINHA
No tabuleiro do xadrez sucessório, Henrique Nunes é a “rainha”, isto é, pode andar para frente, para traz e na diagonal, com a proteção dos “peões”, “bispos”, “torres” e “cavalos” do prefeito Roberto Peixoto.


MOITA
Presidente do diretório municipal do PV, o deputado estadual Padre Afonso está na moita, observando do alto dos seus 44 mil votos obtidos em Taubaté, nas eleições desse ano, o movimento político da cidade, enquanto acalenta o sonho de ser candidato a prefeito em 2012 com o apoio de Henrique Nunes, que está de malas prontas para desembarcar em outro partido.


QUIETINHO
Enquanto isso, Bernardo Ortiz Junior (PSDB), dono de 30 mil votos taubateanos na sua campanha para deputado estadual este ano corre por fora, atento à movimentação das peças no tabuleiro sucessório.


CLAUDICANTE
A vereadora Graça (PSB) tem claudicado, até aqui, em assumir sua possível candidatura à Prefeitura da cidade.Ela prefere esperar mais um pouco e ouvir mais seu partido antes de assumir qualquer compromisso, apesar dos 21 mil votos obtidos nas eleições de outubro. A vereadora Pollyana Gama (PPS) não parece disposta a assumir o risco de ser candidata a prefeita de Taubaté.


PORTAS ABERTAS
A Câmara Municipal aprovou emenda à Lei Orgânica de Taubaté, de autoria do vereador Henrique Nunes (PV) que autoriza a entrada dos vereadores em qualquer órgão público municipal, durante o exercício de seu mandato. Com isso, os responsáveis pelos órgãos da Prefeitura não poderão mais se esconder quando um vereador for visitá-lo e, claro, fiscalizá-lo. Ponto para a Câmara.


HEMONÚCLEO
O hemonúcleo de Taubaté é um dos principais da região. Como acontece todo final de ano, o número de doadores caiu cerca de 40%, dos atuais 60 doadores/dia para cerca de 35. O hemonúcleo de Taubaté atende a 12 hospitais da região e apela para os doadores não se esquecerem de doar.


CONSEG
O Conselho de Segurança de Taubaté (Conseg) fará homenagem a policiais civis e militares, jornalistas e personalidades que contribuíram com as atividades desenvolvidas pelas instituição ao longo do ano. O encontro será segunda-feira, 20, às 8 a noite, na sede da Sabesp, na avenida Bandeirantes, atrás da igreja Santa Luzia.


LULA
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), termina seu mandato com aprovação recorde ao seu governo, segundo pesquisa Ibope realizada divulgada ontem. Cerca de 95% dos entrevistados consideram seu governo ótimo, bom ou regular, números jamais conquistados por outro governante, em nenhum país do mundo.


DILMA
Os números por si só explicam porque Lula conseguiu eleger sua sucessora, Dilma Rousseff, sobre quem os entrevistados pelo Ibope depositam grande esperança de que fará um bom, governo. Mais de 60% dos entrevistados crêem que Dilma fará um governo igual ou melhor ao de Lula. Amém.