Páginas

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

CONFIRA


M... NO VENTILADOR
O advogado Paulo Fernandes, defensor do ex-secretário de Finanças de Pindamonhangaba, Silvio Serrano, disse, em entrevista à TV Vanguarda na noite de sexta-feira (28) ter obtido documento no inquérito civil que incrimina o atual secretário de Governo do prefeito João Ribeiro (PPS), Arthur Ferreira dos Santos.

EXIBIÇÃO
Na matéria, é exibido um bilhete escrito de próprio punho por Arthur pedindo uma ajuda de custo de R$ 20 mil. O bilhete exibido não mostra endereçamento nem data, o que não significa que não é verdadeiro. Porém, planilhas exibidasna reportagem, mostram que os R$ 20 mil foram solicitados outras vezes

REALIDADE
Ouvido pela TV Vanguarda, Arthur Ferreira dos Santos nega tudo. Nem poderia ser diferente. Mas os documentos estão lá, tão reais quanto o seguinte bilhete, escrito de próprio punho pelo secretário de Governo de Pindamonhangaba: “Solicito a quantia de R$ 20.000,00 referente a ajuda de custo”

FUNCIONÁRIO
Arthur, em 2007, era funcionário de Djalma Silva Santos, que acabara de adquirir a Rádio 94 FM. Djalma foi diretor da Verdurama, empresa sob investigação do Gaeco por pertencer a um cartel de fornecimento de merenda escolar para várias prefeituras. Por enquanto, Paulo Ribeiro, cunhado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), aparece como o maior implicado, seguido de Silvio Serrano.

CONTRAPÉ
Pego no contrapé pela reportagem da TV Vanguarda, Arthur Ferreira dos Santos fez o que faz de melhor. Juntou um papelório e o folheou atentamente, para impressionar o repórter, até dar seu veredito: nada a ver com a revelação feita pelo advogado de Sílvio Serrano.

CANTILENA
Arthur repetiu a cantilena de todos que são pegos no contrapé: o dinheiro que aparece em sua conta no Bradesco era para ser usado na rádio 94FM, da qual ele era o administrador. Sua explicação à reportagem foi inconvincente.

INVESTIMENTO
Djalma Silva Santos, depois da aquisição da 94FM, adquiriu uma casa modesta na esquina das ruas Pinheiro da Silva e Dona Izaura Eugênia de Toledo Silva, no bairro a Boa Vista, praticamente na região central da cidade, para ser a séde da emisora. No local, ele construiu um sobrado no qual investiu muito dinheiro. Com certeza bem mais que o valor original do imóvel.

IRMÃO
A empreiteira contratada para fazer a reforma na casa da rua Pinheiro da Silva tinha como administrador da reforma ninguém menos que o irmão do prefeito João Ribeiro, Manoel César Ribeiro Filho.

LIGAÇÕES
Djalma Silva Santos teria sido diretor da Verdurama. Arthur Ferreira dos Santos foi seu empregado e em 2007 foi contratado pelo prefeito João Ribeiro para assumir uma secretaria na Prefeitura, tendo em vista as eleições de 2008, na qual se reelegeu.

COINCIDÊNCIA
Um ex-diretor da Verdurama disse ao Ministério Público, que investiga o caso, que a empresa financiou a campanha de João Ribeiro em 2008. Como Djalma Silva Santos teria sido diretor da Verdurama e foi patrão de Arthur Ferreira dos Santos na 94FM, é muita “coincidência” ele ter se transformado em secretário municipal.

INOCENTE
Silvio Serrano, na entrevista à Vanguarda, jurou inocência e alegou que deu o melhor e si por Pindamonhangaba. O Ministério Público, no entanto, pensa diferente e está produzindo provas que vão desmentir a alegada inocência de Serrano.

BOMBÁSTICA
Veja no link a matéria escrita da Vanguarda, bem como o vídeo da entrevista bombástica de Serrano, a revelação do advogado Paulo Fernandes e as justificativas de Arthur Ferreira dos Santos. Se você acredita em papai noel, cuca, mula-sem-cabeça, é uma boa pedida assistir ao vídeo. Divirtam-se: http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=88992&id2=1