Páginas

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

PIORINO DESAFIA JOÃO RIBEIRO PARA DEBATE PÚBLICO

DESAFIO
O vereador Ricardo Piorino (PPS), presidente da Câmara Municipal de Pindamonhangaba, desafiou o prefeito João Ribeiro a se defender na CEI (Comissão Especial e Inquérito) das acusações de corrupção em sua administração, que culminaram com a demissão de Silvio Serrano em outubro de 2010, secretário de Finanças do município na época.

AMEAÇA
Na entrevista a Antonio Leite, na TV Band Vale, Piorino afirmou que recebeu ameaça de Misael Cesarino Junior – Tayoba, que teria dito que ele (Piorino) não sabia com quem estava mexendo.

EXONERAÇÃO
No mesmo dia, o vereador foi à Tribuna da Câmara pedir a exoneração de Tayoba, que não estaria, segundo ele, preparado para o cargo que ocupava. Piorino afirmou que foi apoiado também pelos vereadores da base de apoio do prefeito João Ribeiro, que pediu prazo para decidir.

TELEFONEMA
Sem entrar em detalhes, Piorino disse que uma interceptação telefônica permitiu que o Ministério Público desatasse o nó da corrupção que envolvia a Prefeitura e a Verdurama.

FRAUDE
Piorino disse na TV Band Vale que em seu primeiro mandato (2005/2008) recebeu a denúncia que a licitação para o fornecimento da merenda escolar na rede pública municipal seria direcionada para a empresa SP, do grupo Verdurama, vencer a concorrência.

VÍDEO 1
Veja neste link a primeira parte da entrevista de Ricardo Piorino à TV Band Vale: http://www.youtube.com/watch?v=A5p-d1u8N7E

SÚPLICA
Segundo Ricardo Piorino, ele e os vereadores Martim César (DEM) e Toninho do Araretama (PMDB), que na época das primeiras denúncias era vereador, estiveram na casa do prefeito João Ribeiro (PPS) a quem “suplicaram” que tomasse uma medida enérgica contra os acusados, mas nada foi feito.

VÍDEO 2
Piorino afirma que não é candidato a prefeito. Admitiu, contudo, que gostaria de exercer um mandato parlamentar. Veja o final da entrevista neste link: http://www.youtube.com/watch?v=_8iNPQOkErs&feature=related

GAECO
Várias prefeituras estão sob a mira do Gaeco, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, que investiga a infiltração do crime organizado na administração pública na “modalidade” de apoio a candidatos a prefeito com a promessa de receber em troca contratos privilegiados para o fornecimento de bens e serviços. Merenda escolar, por exemplo.

DEVASSA
O Gaeco fez uma devassa em Pindamonhangaba, mais especificamente na casa do ex-secretário de Finanças do município, Silvio Serrano, que viu promotores públicos e policiais levarem seu computador e uma pilha de documentos para serem analisados, um a um, sob a ótica do combate ao crime organizado.

TIROTEIO
Após quatro meses de silêncio, Serrano resolveu falar publicamente. Deu entrevista na TV e afirmou que o secretário de Governo da Prefeitura de Pindamonhangaba, Arthur Ferreira dos Santos, recebia propina mensal de R$ 20 mil. Recentemente, Serrano entregou à Câmara Municipal uma série de documentos que deixam Arthur nu diante da opinião pública pindense.

SILÊNCIO
Paulo Ribeiro, lobista da Verdurama e cunhado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), foi ouvido esta semana pelo Ministério Público de Pindamonhangaba, que não fala sobre o depoimento nem dá entrevistas sobre o andamento das investigações em andamento naquela cidade. A oitiva teria durado cerca de três horas.

CORRETOR
O pouco que se soube é que Paulo Ribeiro se qualificou como empresário do ramos imobiliário, segundo seu advogado, Gustavo Badaró. Até então sabia-se que ele é proprietário do Cemitério Memorial da Paz. Confesso minha ignorância. Não sabia que vender cova em cemitério pertence ao ramo imobiliário. Vivendo, e aprendendo.

CONEXÃO
O ex-deputado Ary Kara José será entrevistado na manhã desta sexta-feira (11) na TV Câmara (www.tv.camarataubate.sp.gov.br) pelo jornalista Miguel Kater. As mudanças que se tem observado no PMDB de São Paulo após a morte de Orestes Quércia será um dos temas do programa, com certeza. O EC Taubaté será outro assunto do programa, que pode ser assistido pelo canal 98 (analógico) e 17 (digital).

MANDA-CHUVA
Ary Kara não confirma nem desmente que assumirá o PMDB de Taubaté, de onde comandará a reformulação do partido em todo o Vale do Paraíba. A experiência política do ex-deputado taubateano é um dos trunfos com o qual conta o vice-presidente Michel Temer, de quem é amigo pessoal, para reformular o partido na região.