Páginas

terça-feira, 29 de março de 2011

HOLANDA EM TAUBATÉ

A exposição começa sexta-feira e vai até 30 de abril
A cônsul da Holanda em São Paulo, Gonnek de Ridder, estará em Taubaté nesta sexta-feira, 1º de abril, às 8 da noite, no Centro Cultural Municipal de Taubaté, na praça Coronel Vitoriano (antigo Asilo de Velhos), para a abertura da exposição de fotografias da holandesa Marianne Lemmem que terá também selos, moedas e objetos da coleção do jornalista Antonio Barbosa Filho.

Este é o Ano da Holanda no Brasil. Uma série de eventos marcará o primeiro centenário da imigração holandesa ao país, com os quais temos ligações históricas que remontam ao século XIX, como a chegada de Maurício de Nassau a Pernambuco e sua tentativa de dominar o sertão brasileiro.

Está prevista a disputa de uma partida de futebol amistosa entre Brasil e Holanda, a ser disputada em Goiânia no dia 4 de junho, como parte das comemorações.

Marianne Lemmem
A mostra fotográfica de Marianne Lemmem, que já expôs em Amsterdã, Haia, Roterdã, Delft, é composta por mais de cem fotografias que mostram a vida cotidiana, paisagens rurais, cidades e a complexa relação dos Países Baixos com o mar, os rios e os canais.

Holanda significa literalmente Países Baixos. Um terço do seu território está abaixo do nível do mar. A exposição fotográfica e Marianne Lemmem será uma boa oportunidade de os taubateanos se familiarizarem com um país peculiar que, além de Maurício de Nassau, tem outras afinidades com o Brasil, entre os quais o futebol. 

Holandês é tão apaixonado por futebol e cerveja quanto nós, brasileiros.

Pelas fotografias de Marianne Lemmem, que traz para Taubaté um misto de arte e informação, teremos a oportunidade de conhecer um dos países mais belos deste planeta, com seus canais, moinhos de vento, tulipas, além de um povo alegre. É como se fosse um pedacinho do Brasil na Europa.

A exposição Ano da Holanda no Brasil ficará aberta ao público até o dia 30 de abril. A entrada é grátis.

HOSPEDAGEM OFICIAL
Não é preciso explicar, mas é bom lembrar nossas autoridades que a cônsul da Holanda deve ser recebida como hóspede oficial em nossa cidade, como manda as normas diplomáticas.

Moinhos de vento, uma das marcas da Holanda para vencer a natureza e criar energia elétrica
Que não se perca de vista que a Holanda é o segundo parceiro comercial do Brasil na Europa e poderia haver uma integração da Unitau com o governo da Holanda. Quem sabe não fazemos um primeiro contato gora e estreitamos mais ainda nossas relações com os Países Baixos. Os brasileiros do futuro, e especialmente os taubateanos, agradecerão.