Páginas

terça-feira, 22 de março de 2011

SUCESSÃO EMBARALHADA

Na falta do surgimento de uma nova liderança política, capaz de aglutinar as forças progressistas da cidade com vistas às eleições municipais do ano que vem, mais uma vez Taubaté perderá a oportunidade que a eleição nos oferece de eleger alguém que mude o perfil político dessa cidade quase quatrocentona.

Vereador Mário Ortiz (DEM)
O vereador Mário Ortiz (DEM) admite a possibilidade de se candidatar a prefeito e diz que pode ser vice num eventual acordo com o deputado Padre Afonso (PV), por quem nutre grande amizade, mas garante que este não é o seu sonho.

Por enquanto, o vereador permanece no DEM. Disse que está pensando com calma se acompanha ou não o prefeito da capital, Gilberto Kassab, que deixou o DEM para fundar um novo partido, o PSD.

A vereadora Graça (PSB) deve ser vice na chapa de Bernardo Ortiz Junior, tendo em vista que o PSB estadual, presidido pelo secretário de Turismo Márcio França, apóia o PSDB paulista e não vai roer a corda na sucessão municipal.

Sobre o vereador Henrique Nunes (PV) há pouco a falar. Ele deixou claro recentemente em um programa da TV Câmara que está, digamos, rompido politicamente com o deputado Padre Afonso (PV), por conta das eleições de 2010. Nunes se sentiu “abandonado” na campanha por Padre Afonso.

Ele foi taxativo ao afirmar que só aceita ser candidato a vice-prefeito se a Câmara Municipal tiver um candidato a prefeito. Abre, portanto, uma brecha para compor com Mário Ortiz (DEM) que, tudo indica, deve ser candidato a prefeito em 2012.

Para entender o quadro sucessório em Taubaté, o eleitor precisa saber que Henrique Nunes tem acordo com Ortiz Junior, segundo o qual ele apoiaria o tucano num eventual segundo turno e o tucano apoiaria a chapa de Henrique Nunes se este for para segundo turno.

O PPS estadual deve fechar com o PSDB para as eleições municipais. Vai deixar a vereadora Pollyana Gama numa sinuca e bico. Ela já foi consultada, lá atrás, pelo deputado Padre Afonso (PV), que aparece como o candidato mais forte à sucessão de Peixoto (PMDB), para ser candidata a vice-prefeita.

Salvador Khuriyeh
O ex-prefeito Salvador Khuriyeh (PT) pode surgir como o nome do PT na eleição municipal do ano que vem. Vai ser difícil, muito difícil, explicar como foi feita a aliança PT-PMDB na eleição passada, que elegeu Roberto Peixoto e inundou o Palácio do Bom Conselho num mar de lama jamais visto em Taubaté.

No fundo, todos têm telhado de vidro. O PSDB não vai perder a chance de colocar na mesa do eleitor o prato cheio de m... em que se transformou a administração do prefeito Roberto Peixoto (PMDB).

É uma denúncia por dia, e vem a Câmara Municipal pedir sigilo nas investigações que estão sendo feitas pelo Ministério Público. Assim é demais...

Entenda o quadro sucessório:

1) O vereador Mário Ortiz (DEM) pode ser candidato a prefeito tendo como vice o vereador Henrique Nunes (PV), que admite ser vice desde que o candidato seja da Câmara Municipal.

2) Ortiz Jr (PSDB) será candidato a prefeito tendo a vereadora Graça (PSB) como vice, podendo receber apoio de Henrique Nunes se for para o segundo turno. O contrário também é verdadeiro, segundo Henrique Nunes disse na TV Câmara.

3) O deputado Padre Afonso será o candidato do PV nas eleições municipais de 2012. Pode ter o vereador Mário Ortiz (DEM) como vice, mas será necessária muita conversa entre eles. O sonho de Mário Ortiz é ser candidato a prefeito, o que deverá acontecer.

4) O ex-prefeito Salvador Khuriyeh corre por fora e poderá ter apoio do cúpula petista, que vai disputar a sucessão do prefeito Roberto Peixoto (PMDB) com candidato próprio.

5) O PSOL pode começar a municiar sua metralhadora giratória. Para onde atirar vai atingir um pássaro voando. Não tem erro.

6) O PMDB nacional também quer disputar a sucessão municipal com candidato próprio. Quem vai querer o apoio de Peixoto? O PT?

7) Provalmente, teremos cinco ou seis candidatos na próxima eleição municipal em Taubaté. Pela primeira vez dois candidatos disputarão o segundo turno.

Que tal nós, cidadãos taubateanos, discutirmos quem elegeremos o ano que vem? A manifestação é livre neste blog. Aqui não há censura.

Os comentários devem ser enviados por email (irani.gomesdelima@gmail.com), com identificação do remetente, para serem reproduzidos na íntegra por este blog.

Vamos fazer da sucessão municipal um grande debate sobre moralidade pública.  Não se esconda. Dê sua opinião. Sua participação é muito importante.