Páginas

quarta-feira, 13 de abril de 2011

NÃO VENDO CAMISETA

O blog Isto é Taubaté postou o texto que reproduzo abaixo. Não vou comentar a postagem, mas farei um desafio e um reparo.

O reparo: Meu blog é independente sim. Não devo satisfação a ninguém. Escrevo o que bem entender e quando entender que devo escrever.

Quem vê “algum interêsse” (sic) no que foi publicado e não diz que interesse é esse, só pode ser míope ou não participou da manifestação de sábado (09/04) e prefere se iludir e acreditar que a população taubateana se sentiu representada no vassouraço por menos de trinta pessoas. O blog Isto é Taubaté acredita que cada manifestante representou dez mil cidadãos taubateanos indignados com a atual administração. Doce ilusão.

Agora, o desafio: Não sei quem tem o telhado de vidro ou alguma mancha no passado que pode vir à tona agora. Se souberem, por favor, digam que é.

Detalhe: este blog é tão independente que NÃO VENDE CAMISETA, como o faz o blog Isto é Taubté. 

Certamente algum interêsse deve haver por trás da publicação de um artigo em um certo blog que se diz independente e que seu objetivo seria " auxiliar o eleitor a fazer as transformações que a sociedade exige".



Será isso mesmo?



Claro que a intenção pode ser essa, mas, de boas intenções a sabedoria popular já tem opinião formada e certos caminhos ou descaminhos andam cheios.



Haviam poucas pessoas na manifestação?



Depende do objetivo de quem pretende avaliar, particularmente eu gostaria que toda a população indignada fosse às ruas, todas essas pessoas que a gente vê reclamando: nas filas do pronto socorro, nas ruas imundas da cidade, nas delegacias depois de serem vítimas da violência e da falta de segurança, etc. etc. etc. Mas sabemos que isso é impossível. O taubateano mesmo sofrendo na pele, é um povo muito pacato e difícil de ser mobilizado devido a sua passividade. Monteiro Lobato já escreveu sobre isso. Sabendo disso não tínhamos a pretensão de levar uma multidão às ruas.



Porém, acredito que o Movimento LIMPA TAUBATÉ atingiu seus objetivos iniciais, superou até as expectativas e mesmo aqueles que não participaram do movimento, ao passarem por nós pelas ruas e praças nos saudaram e manifestaram seu apoio.



Eramos poucos?



Sim, se levarmos em conta a população da cidade que está sendo vítimas dessa corrupção que causa tantos problemas.



Porém, somos poucos por enquanto. Esse pequeno grupo que clama pela cidade e pela população toda causou muito incômodo em certos grupinhos e em certas pessoas.



Era exatamente essa a nossa pretensão, mostrar que o povo não aguenta mais.



Sabemos que não somos unanimidade, aliás já disseram também que a unanimidade é burra.



Claro que alguns grupos ficaram muito insatisfeitos com o movimento e o dono do citado blog talvez possa ser incluído nesse meio, não sei, não o conheço pessoalmente e tivemos muito pouco contato.



Enviei esse comentário ao blog e não vou desafiar ninguém a publicar ou não. Aliás, criamos esse blog, justamente para mostrar nossa indignação com a situação que a cidade está relegada, sem precisar andar atrelado a maus políticos, vereadoras, vereadores, inclusive aqueles que um dia faz discurso indignado contra o prefeito e no outro dia está acobertando os desmandos desse mesmo prefeito.



Quando acredito que uma certa manifestação é pertinente, verdadeira e justa, tenho plena liberdade para optar por me incluir dentre os manifestantes.



Por esse motivo participei da "passeata dos professores" (mesmo não sendo professor) porque entendo que a administração pública não está investindo como deveria na melhoria da qualidade da educação na cidade e qualidade na educação tem que começar pelos professores.



Participei e participo do "Movimento Limpa Taubaté - Chega de Corrupção e Sujeira" porque entendo que a cidade não suporta mais tanta sujeira e corrupção. É muita roubalheira.



Por essa razão, não vejo nenhuma explicação plausível para, algumas pessoas ditas de bem, também não se engajarem no movimento com esse mesmo objetivo.





Quem não começar agora a agir, está acobertando a corrupção e sabemos quem protege corrupto é tão corrupto quanto seu protegido, principalmente os senhores vereadores, e aqueles seus fiéis acompanhantes.



Sabemos e entendemos, existem pessoas que têm extrema dificuldade em se desgarrar do saco de que está no poder.





É evidente que alguns ficam procurando justificativa para não tomar uma posição. Sabem que por ter alguma mancha no passado, qualquer posição tomada agora, tem que ser feita de forma sub liminar, cuidadosa, afinal, pode pegar mal e alguém pode querer depois ligar os fatos.



Afinal, quem tem telhado de vidro não convém ficar atirando pedras para o alto. Afinal, não convém falar de corda em casa de enforcado.
Abaixo, o comentário que fiz no blog Isto é Taubaté.

Não sei quem é o autor deste blog. Não sou curioso em jornalismo. Sou jornalista. O meu blog existe para noticiar os fatos relevantes da política que acontecem em Taubaté.

Sou livre pra elogiar ou criticar. Não sou filiado a nenhum partido político e comungo com as manifestações que vêm ocorrendo na cidade, tanto que a informações para a Band Vale sobre o Limpa Taubaté foram passadas por mim. Eu indiquei o ex-vereador Joffre Neto para que eles continuassem o contato e a reportagem fosse feita. Sabe por que isso aconteceu? Porque foi em meu blog que eles tomaram conhecimento da manifestação.

Aliás, fiz duas amplas matérias sobre ela em duas oportunidades.

Vocês deveriam saber que a pluralidade de informação e opinião são pilares da democracia.

Não sou um certo blog "independente" (as aspas são de vocês). Eu sou independente. Posso criticar ou elogiar qualquer político ou movimento porque meu blog é livre. Meu compromisso é com a liberdade de manifestação e a realidade dos fatos.

Portanto, meu "amigo" anônimo (não é assim que você se identifica? Antes de sugerir intereses  de minha parte, sugiro que você pergunte ao seu líder Joffre Neto sobre minha atuação jornalística na cidade. Aceito as críticas e não as absorvo simplesmente. Eu as analiso e procuro tirar o melhor delas para mim.

Foi assim em meus 30 anos de jornalismo e continuará sendo assim até meu adeus definitivo.

Ah! Irani Lima não é só o nome do blog. É o nome que sempre usei em minha profissão.

Apesar do seu vão esforço, nada vai modificar o número insignificante de manifestantes no Limpa, Taubaté: menos de 30 pessoas. Você pode colocar em seu blog quantas pessoas quiser. Dê outra olhada na postagem "Faltou povo no vassouraço", em meu blog independente, Irani Lima, e conte quantas pessoas caminhavam pela Dr Pedro Costa e depois me fale.