Páginas

segunda-feira, 4 de abril de 2011

TUCANO DO BICO "FARSO"

Pobre agora pode pegar seu carrinho 1.0 financiado em sessenta meses para dar uma esticadinha com a mulher e os bacuris até Ubatuba – programa predileto de todo taubateano que se preza, se bem que a Rodovia Oswaldo Cruz não oferece a segurança que o condutor precisa.

A estrada é estreita e tem curvas com cotovelo de cerca de 45º. O jeito é dar a volta, viajar alguns quilômetros a mais e chegar são e salvo no litoral norte pela rodovia dos Tamoios, que o governador Geraldo Alckmin prometeu durante a campanha que seria, finalmente, duplicada.

Coloquei o verbo no condicional “seria” porque ela não será mais. Após as mudanças feitas no projeto, a obre ficou valorizada em 67%, isto é, saltou R$ 2,7 bilhões para R$ 4,5 bilhões.

Duplicação da ponte da Rodovia dos Tamoios
A duplicação da Tamoios não é mais prioridade de governo. Foi prioridade na campanha eleitoral. O custo do trem-bala, orçado em cerca de R$ 34 bilhões, comparado ao custo de duplicação da Tamoios é uma bagatela.

Se alguém puder me responder quantos metros de estrada os tucanos construíram desde 1994 quando assumiram governo de São Paulo, vai ganhar passagem e ingresso para assistir Rancharia e Tremembé pela oitava divisão do futebol paulista.

A premiação é tão “farsa” quanto o bico dos tucanos que prometem desde 1994 levar a Rodovia Carvalho Pinto até Bananal. Alguém acredita?