Páginas

terça-feira, 17 de maio de 2011

CONFIRA AS ÚLTIMAS DE TAUBATÉ

PADRE AFONSO DEFENDE CASSAÇÃO DE PEIXOTO

A possível cassação de Roberto Peixoto (PMDB) pela Câmara Municipal de Taubaté segue a lógica do mundo político.
Vereadores da base aliada do prefeito taubateano falam abertamente que não pretendem contrariar o clamor popular, isto é, votarão pela cassação do prefeito taubateano.
Padre Afonso na Praça Dom Epaminondas assiste manifestação
O deputado Padre Afonso Lobato (PV), que na semana passada deu declarações que geraram dúvidas sobre sua posição a respeito do processo que sofre o prefeito Roberto Peixoto, disse a este blog que é a favor da cassação.
Ouça aqui o que disse padre Afonso sobre o momento político taubateano.

TUDO NA CONDICIONAL
Se Roberto Peixoto for cassado pela Câmara Municipal, se a Justiça confirmar a cassação de Peixoto caso ele recorra a ela para se manter no cargo, caso a vice-prefeita Vera Saba seja empossada, padre Afonso garantiu que a apoiará.

GUERRA NAS REDES SOCIAIS
Circulou no Facebook segunda-feira (16/05) a informação que o prefeito Roberto Peixoto renunciaria ao cargo hoje (17/05). Também tem circulado no Facebook uma página em defesa de Roberto Peixoto. É a guerra de informações que começa a tomar conta da rede social do Facebook.

OUÇA NA DIFUSORA
A vice-prefeita Vera Saba (PT) será entrevistada nesta terça-feira (17/05) ao meio-dia no programa Taubaté, Urgente! da Rádio Difusora (AM, 570 kHz). Por falar em Difusora, li uma postagem do repórter Tiago Martins no Facebook na qual ele informa que Sônia Betim, chefe de Gabinete do prefeito, disse que a passeata de protesto realizada no sábado foi “irresponsável”.

ORDEM É PARA SUBVERTER
Ora, Sônia Betim, passeata de protesto é passeata de protesto e pronto. Não é preciso comunicar a Prefeitura com 72 horas de antecedência como você sugeriu ao repórter Tiago Martins. Desde quando é preciso pedir licença para protestar? Não conheço nenhum caso na história dos protestos.

CITAÇÃO POR HORA CERTA
A vereadora Pollyana Gama (PPS) e o vereador Rodrigo Luís Silva – Digão (PSDB), respectivamente, presidente e relator da comissão processante que está recolhendo provas para uma possível cassação do prefeito Roberto Peixoto (PMDB), não o encontraram na Prefeitura na terceira e última tentativa de citá-lo pessoalmente sobre o processo em tramitação na Câmara Municipal. A saída será a citação por hora certa, prevista no Código de Processo Penal. Se não der certo nem assim, Peixoto será convocado por edital. A partir daí ele terá dez dias para apresentar defesa na Câmara.
O rito processual exigido pelo decreto-lei 201/67 está sendo seguido perfeitamente. Não pode haver nenhuma falha.

TOALHA JOGADA
No boxe, quando o técnico percebe que seu pupilo está em maus lençóis, ele joga a toalha no meio do ringue. É a aceitação da derrota iminente, antes que o nocaute venha.
Na recente reunião do PT e do PMDB taubateanos, Jacir Cunha, assessor para Assuntos Políticos da Prefeitura, reconheceu que a situação política de Peixoto é muito difícil, mas que continuará defendendo o prefeito taubateano. Nem poderia ser diferente.

O TEXTO DESPIROCADO DE JACIR CUNHA
O texto que reproduzo abaixo é de Jacir Cunha, presidente do diretório municipal do PMDB de Taubaté e assessor para Assuntos Políticos da Prefeitura. Pelo menos é ele quem assina o comentário divulgado na edição de domingo (15/05) no sítio do jornal O Vale.
Por favor, não confunda o sítio do jornal na internet com o sítio do qual o prefeito Roberto Peixoto é proprietário em São Bento de Sapucaí.
Pela confusão de idéias, pela falta de coordenação e de nexo na redação do texto fiquei em dúvida se se trata de uma carta ao jornal ou uma “reportagem” do jornalista que trabalha para o PMDB. Sobrou até para os blogueiros. Leiam a pérola abaixo e tirem suas conclusões.

O Diretório Municipal do PMDB de Taubaté está CONTESTANDO, DE FORMA CONTUNDENTE, as MANIFESTAÇÕES POLÍTICAS de pequenos grupos, QUE PREJUDICAM O DESENVOLVIMENTO DA CIDADE. Segundo o presidente do diretório municipal, JACIR CUNHA, o papel da Promotoria e do Ministério Público “são fundamentais para o fortalecimento da democracia”. Porém, ressalta,“algumas denúncias já arquivadas e trazidas à tona novamente deixam claro que os OPORTUNISTAS E DERROTADOS POLÍTICOS TENTAM, DE TODAS AS FORMAS, PREJUDICAR A POPULAÇÃO, O MUNICÍPIO, ENFIM, IMPEDIR O CRESCIMENTO e a geração de emprego e renda, gerando dificuldades e NÃO DEIXANDO O HOMEM TRABALHAR”. O PMDB de Taubaté entende que somente a “UNIÃO DE TODOS OS SEGMENTOS EM PROL DAS AÇÕES DE TRABALHO JÁ IMPLANTADAS PELO PREFEITO ROBERTO PEIXOTO” proporcionará “uma qualidade de vida cada vez melhor para a população”. Cunha defenda, ainda, que “as críticas e acusações infundadas de pessoas, BLOGUEIROS E COLUNISTAS, QUE NÃO FIZERAM NADA EM PROL DO PRÓXIMO, mas apenas se servem de benefícios para si próprios”, não representam a vontade popular. “Entendemos que essas pequenas manifestações decorrem apenas de perdedores, que querem renascer das cinzas, esquecendo os PRINCÍPIOS DA MORAL E DA ÉTICA”,finalizou Cunha.
Comentado por JACIR CUNHA –PMDB TAUBATE, 15/05/2011 17:04