Páginas

segunda-feira, 23 de maio de 2011

PROFESSORES PROMETEM ENTRAR EM GREVE NESTA TERÇA-FEIRA

Comentário postado neste blog na matéria “MP joga mais uma pá de cal em Peixoto e sua turma palaciana” de domingo (22/05) informa que os professores municipais devem entrar em greve nesta terça-feira (24/05). A decisão foi tomada em assembléia da categoria na quarta-feira (18/05).

O motivo da paralisação qualquer criança matriculada em uma escola da rede pública municipal está cansada de saber. Seus pais também.

A escola pública taubateana está sucateada. Os professores reclamam da falta de estrutura e de condições mínimas de trabalho, o que estaria contribuindo para piorar a qualidade do ensino público na cidade.

Junte-se a isso a defasagem salarial que a categoria enfrenta há pelo menos três anos, que seria de 40%, mais as péssimas condições da merenda escolar e das próprias salas de aula e você tem a dinamite pronta para explodir.

A explosão deve acontecer nesta terça-feira. O comentário que publico abaixo, na íntegra, é um retrato fiel do descontentamento dos professores com a administração municipal.

Sendo assim, alunos e pais de alunos da rede pública municipal devem se preparar para apoiar os professores em suas reivindicações.

Anônimo disse...

Comunicado dos professores aos pais e demais cidadãos taubateanos

A Educação Pública Municipal de Taubaté está passando por momentos difíceis, sendo assim, precisamos nos unir para mudar toda essa situação.

1- Trabalhamos 10 horas por dia em escolas, muitas vezes, sem a estrutura adequada para uma educação de qualidade.

2- Muitos professores estão adoecendo ou deixando a Rede Municipal de Educação por causa das condições de trabalho, dessa forma muitas escolas então funcionando com grande número de professores substitutos.

3- A qualidade da merenda é duvidosa, embora os valores pagos pela alimentação escolar sejam bastante elevados.

4- Muitas salas de aula são abafadas e mal estruturadas, sem cortinas nem ventiladores, entretanto cogitou-se a compra de lousas digitais por valores questionáveis.

5- Estamos há 3 anos sem reajuste salarial e assim nossa remuneração já sofreu um desvalorização de quase 40%.

Por esses e outros motivos estamos paralisando nossas atividades nesta terça-feira dia 24 de maio de 2011.

Neste momento difícil pedimos a compreensão de todos e lembramos que estamos do lado da população, cuidando da educação, do presente e do futuro de nossos jovens.

Se houver dúvida sobre as condições da Educação de Taubaté, pergunte aos seus filhos sobre a merenda e demais condições das escolas.

22 de maio de 2011 13:19                             
AMEAÇADOS
O gerente de Comunicação de Prefeitura de Taubaté, Carlos Alberto da Silva, ensinou aos alunos da escola municipal “José Ezequiel de Souza”, na prática, o que é truculência e intolerância.

DISFUNÇÃO
Não é função do assessor de imprensa do prefeito telefonar para qualquer escola e sugerir que estudantes sejam levados à presença do diretor por terem participado de uma manifestação contra seu chefe.

PROTESTO
Os estudantes, como qualquer cidadão, sejam eleitores ou não, tem o direito de se manifestar contra quem quer que seja, inclusive contra o prefeito.

UNIFORME
Carlinhos, você recebe um bom salário na Prefeitura para produzir releases e distribuí-los à imprensa. Esse é o seu papel. Jornalismo se pratica de outra forma e você sabe bem que papel é esse.

PROIBIÇÃO
Proibir meninos de se manifestar e o mesmo que impedir que eles se tornem cidadãos. Eles estão aprendendo que protestar é a arma da comunidade insatisfeita para combater a corrupção e o desgoverno.

DUREZA
Deve ser difícil e chato defender seu chefe. São tantas as denúncias de corrupção e malversação do dinheiro público por parte da administração municipal que você se vê obrigado a deixar de informar para reprimir. Você não era assim. Pelo menos pensava que você não era assim.

SIMUBE
Já que estamos na área educacional, quero recordar com vocês os votos dos vereadores quando foi votada a CEI do SIMUBE.

REJEITADO
O relatório daquela CEI foi engavetado porque os vereadores Chico Saad (PMDB) e Rodson Lima (PP) votaram contra as provas coletadas, a favor do Roberto Peixoto (PMDB) e contra o povo taubateano.

AUSENTES
Com dois votos contra ainda seria possível aprovar o relatório da CEI da SIMUBE. Na sessão de 17 de dezembro de 2009, há um ano e meio, portanto, os vereadores ALEXANDRE VILLELA, CARLOS PEIXOTO e MARIA TERESA PAOLICCHI fugiram ao cumprimento de sua obrigação.

QUORUM
Para cassar o prefeito, o decreto-lei 201/67 exige quorum qualificado, isto é, maioria de dois terços. No caso de Taubaté, isto significa dez votos.

FAVORÁVEIS
Naquela sessão, os votos favoráveis ao relatório foram dos vereadores Ary Kara Filho, Graça, Vanone, Pollyana, Digão, Henrique Nunes, Luizinho da Farmácia, Mário Ortiz e Jeferson Campos.

MARCAÇÃO
Os vereadores Alexandre Villela, Carlos Peixoto, Chico Saad, Maria Teresa Paolicchi e Rodson Lima precisam ser marcados de perto pela população taubateana.

PRETENSÃO
Se alguns deles tem pretensão política em 2012, é bom que pensem bem antes de declararem seus votos numa possível sessão de cassação do prefeito Roberto Peixoto. Olho neles!