Páginas

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

BERNARDO ORTIZ BUSCA APOIO DO PMDB E MALHA ARY KARA PARA JORGE CARUSO

O ex-prefeito de Taubaté, Bernardo Ortiz, continua o mesmo. Sua missão: malhar Ary Kara José em São Paulo para obter apoio do PMDB à candidatura de seu filho pelo PSDB nas eleições municipais do ano que vem. O lobo perde o pelo, mas não perde o viço. Ortiz está inelegível. Não pode se candidatar nem a inspetor de quarteirão, mas quer fazer de seu filho prefeito de Taubaté, mesmo que seja com apoio do PMDB de Peixoto.

ARTICULAÇÃO
Ortiz esteve esta semana na Assembléia Legislativa de São Paulo. Foi ao gabinete do deputado estadual Jorge Caruso pedir que este interfira para o PMDB de Taubaté apoiar seu filho, Ortiz Júnior, pré-candidato do PSDB a prefeito em 2012. Segundo a informação que recebi, Ary Kara foi malhado feito Judas pelo “Velho” – uma prática comum em se tratando de Ortiz.

SORRATEIRO
Ortiz age sorrateiramente desde que se elegeu prefeito de Taubaté nos idos de 1982, pelo MDB, para onde foi conduzido pelo próprio Ary Kara. Eleito, rompeu com Ary, como rompeu com o vice-prefeito Augusto Ambrogi, que não suportou a truculência do prefeito recém-eleito.

PIJAMA
Ary Kara e Bernardo Ortiz são irreconciliáveis, politicamente falando. São como água e óleo. Não se misturam. Caso haja interferência da cúpula do PMDB estadual em Taubaté, Ary Kara vai escolher seu pijama mais vistoso e abandonar o partido. Não vejo a menor possibilidade de esta aliança prosperar.

PINDAMONHANGABA
O enfraquecimento do PMDB ao qual Ary é ligado – ex-ministro Wagner Rossi, vice-presidente Michel Temer – pode dificultar os próximos passos do ex-deputado dentro do partido. Um exemplo: Paulo Sérgio Torino, homem de confiança de Paulo Skaf, trocou o PSB pelo PMDB e deve ser o candidato do partido a prefeito de Pindamonhangaba nas próximas eleições.

ESPAÇO
Isael Domingues, vereador pelo PSDB, manteve vários encontros com Ary Kara em Taubaté e com Baleia Rossi e Jorge Caruso, ambos da direção estadual do PMDB, em São Paulo. Sua filiação ao partido de Ulysses Guimarães e a consequente candidatura a prefeito pelo PMDB eram favas contadas. Isael Domingues está perdendo espaço político com a recente filiação de Torino ao partido.

VITÃO
Vito Ardito é o candidato natural do PSDB à Prefeitura de Pindamonhangaba e não entregará a rapadura para Isael Domingues. Qual o destino político do vereador?

TREMEMBÉ
O jovem Giovane Venturelli (PSOL) poderá ser o candidato a vereador mais jovem do Brasil em 2012. Ele deve se candidatar a vereador em Tremembé e é tido como uma boa opção para os eleitores jovens e para quem deseja renovação política na cidade. Giovane terá 17 anos no período eleitoral. Ele apóia Marcelo Vaqueli, que deverá ser candidato a prefeito pelo PSB.

COLIGAÇÃO
Sou daqueles que creem que o voto municipal é pessoal, seja para vereador ou para prefeito. Portanto, vejo com bons olhos as alianças que se avizinham tento em vista as eleições municipais de 2012.

RENOVAÇÃO
Renovação é a palavra de ordem em Taubaté. Dos atuais vereadores, pelo menos seis não poderão disputar as próximas eleições, pois foram condenados em segunda instância e sujaram suas fichas: Henrique Nunes, Luizinho da Farmácia, Carlos Peixoto, Rodson Lima, Orestes Vanone e Chico Saad estão inelegíveis. Lamento pelo Vanone, mas lei é lei.

LEGALISTA
O “legalista” Chico Saad exerce seu direito de espernear. Ele está uma fera com a imprensa os  “blogs” que o criticam e promete processar a todos, dentro da “legalidade”. Para mim, um processo de Chico Saad representará um atestado de idoneidade.

DEM-PPS
Dentro da ótica da renovação e partindo da premissa que os eleitores conhecem “de perto” todos os candidatos em uma eleição municipal, a nota oficial publicada nesta quinta-feira (18/08) é um indício do que vem por ai.

NOTA PÚBLICA CONJUNTA DO PARTIDOS POPULAR SIOCIALISTA (PPS) E DO DEMOCRATAS (DEM) DE TAUBATÉ.

A atual crise por que passa Taubaté, demonstra o esgotamento e a deterioração de uma cultura política e de uma prática administrativa, assim como as pessoas e lideranças que a sustentam, profundamente patrimonialistas, retrógradas e obsoletas, que necessitam urgentemente serem superadas e substituídas.

Para contribuir para essa superação o PPS e o DEM de Taubaté declaram sua disposição de buscar a construção de um caminho comum para as eleições de 2012, para a Prefeitura e para a Câmara Municipal, aliás, como já o fizeram em 2008, tendo como orientação um programa renovador e transformador, com os seguintes eixos e princípios:

Participação efetiva da sociedade na formulação e na execução das políticas públicas.
Total transparência das decisões e ações políticas e administrativas.

Profissionalização da máquina administrativa, estabelecendo metas de gestão e critérios objetivos de avaliação de obras e serviços.

Projetos elaborados estritamente dentro das normas técnicas e amplamente divulgados para acompanhamento e cobrança pela sociedade.

Redução drástica dos cargos de livre nomeação por indicação política.

Austeridade financeira e controle permanente dos gastos públicos com punição imediata dos agentes ineficazes, desonestos e/ou prevaricadores.

Prioridade de trabalho e investimento na Educação e na Saúde.

Para tanto se colocam abertos à participação e requerem a colaboração ativa de outras lideranças sociais, comunitárias e empresariais que compartilhem também esses princípios e procurem constituir uma alternativa viável e confiável para a política e administração municipal, para o Poder Executivo e para o Poder Legislativo.

Para tornar essas afirmações em ações concretas, estamos estudando a preparação para breve de um seminário, amplo e aberto, para elaboração de uma Carta de Princípios e de Diretrizes para um Programa de Governo para Taubaté.

Taubaté, 03 de agosto de 2011

Vereadora Pollyana Gama (presidente do PPS)
Erich Leite (presidente do DEM)