Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

PRESIDENTA DILMA: FILHO DO PREFEITO DE TAUBATÉ É FANTASMA EM BRASÍLIA

Excelentíssima Senhora Dilma Vana Rousseff, digníssima presidenta da República Federativa do Brasil. Na qualidade de jornalista, assisti sua visita ao município de Aparecida por ocasião do Dia da Padroeira do Brasil, dia 11 de outubro de 2010.

PROMESSA
Acompanhei de perto a entrevista de Vossa Excelência aos colegas que cobriam a visita. Lembro-me como se fosse hoje de uma frase que me marcou muito: a senhora disse que não pautaria seu governo (caso fosse eleita) pelas denúncias midiáticas, mas apuraria as que fossem veiculadas pela imprensa e que os culpados pagariam por eventuais erros que tivessem cometido.

CUMPRINDO
Não posso afirmar que a senhora cumpriu o prometido em relação às denúncias em seu governo que está apenas começando. Afinal, o Brasil é grande, são muitos ministérios, muitas autarquias, muitas estatais, muitas fundações e milhares de servidores. É impossível para qualquer ser humano saber tudo o que se passa em cada canto deste país, mas a senhora está dando conta do recado.

CIOSO
Como cidadão brasileiro, estou orgulhoso de tê-la como presidenta desta nação tão cheia de problemas, com tantos corruptos e corruptores, os quais a senhora enfrenta com raro denodo. Não vai ser fácil, presidenta, acabar com o compadrio político, com as nomeações de apadrinhados. Sei que não é fácil a senhora saber tudo o que ocorre nos corredores brasilienses.

FAXINA
A senhora, presidente Dilma, mostrou a coragem que faltaram aos nossos governantes, inclusive o ínclito presidente Lula, no combate a corrupção, este mal que sangra o nosso país desde que aqui aportou D. João VI, há mais de duzentos anos e começou uma faxina histórica em se tratando de governo brasileiro.

DEMISSÕES
A senhora demitiu Palocci, demitiu Jobim, demitiu Alfredo Nascimento, todos, agora, ex-ministros. A senhora pode ter esfacelado a base aliada, mas tenha a certeza que o povo aplaude suas decisões.

FANTASMA
Dentro dessa linha de raciocínio, presidenta, quero lhe informar que em Brasília deveria perambular um “fantasma” de Taubaté. Ele, porém, prefere perambular pelo clima tropical úmido da terra de Lobato (que a senhora deve ter lido em seus primeiros anos de escola em BH) a enfrentar o ar seco de Brasília.

AGRICULTURA
O mancebo está lotado no Ministério da Agricultura, conforme a senhora pode conferir pala portaria ministerial de 12 de abril de 2011

PORTARIAS DE 12 DE ABRIL DE 2011
O MINISTRO DE ESTADO, INTERINO, DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da competência que lhe foi subdelegada pelo art. 1, inciso I, da Portaria n 1.056, de 11 de junho de 2003, do Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, e tendo em vista as disposições do Decreto nº 7.127, de 04 de março de 2010, resolve (nomear):

Nº 300 - Nomear FELIPE FLORES DE ALVARENGA PEIXOTO para exercer o cargo em comissão de Assessor Técnico, código DAS 102.3, da Chefia do Gabinete do Ministro.

INDIGITADO
Aqui em Taubaté comenta-se que o filho do (ainda) prefeito De Taubaté teria salário entre R$ 7,8 mil e R$ 10 mil. Se o indigitado Felipe Flores de Alvarenga Peixoto estivesse trabalhando não haveria nada demais, aparentemente.

PROBLEMA
O problema, digníssima presidenta, reside no fato de Felipe Flores de Alvarenga Peixoto estar sofrendo processo por compra de votos na eleição municipal de 2008 para favorecer seu pai, o (ainda) prefeito de Taubaté Roberto Pereira Peixoto. O processo é oriundo da 141ª Zona Eleitoral de Taubaté.

XILINDRÓ
O pai e a mãe do rapaz, Roberto Pereira Peixoto e Luciana Flores Peixoto, passaram uma temporada no xilindró da Polícia Federal em São Paulo. Eles estão sob investigação federal por malversação de dinheiro público – verbas federais para remédios e merenda escolar, entre outras.

CASSAÇÃO
Roberto Peixoto, pai de Felipe, poderá ser cassado nesta sexta-feira (12/08) por crimes cometidos ao longo de seu mandato (especialmente o segundo). A reunião da Câmara de Vereadores está confirmadíssima.

INJUSTIÇA
Presidenta Dilma. Desfaça esta injustiça com os taubateanos. Não queremos um fantasma perambulando em nossa cidade quando ele deveria permanecer em Brasília, trabalhando, como qualquer cidadão honesto. Bem, falar em honestidade com essa turma é perda de tempo.

AÇÃO PENAL
Abaixo, a ação penal, que corre em segunda instância contra Roberto Peixoto, Felipe Flores de Alvarenga Peixoto e outros, por compra de votos nas eleições municipais de 2008. Obrigado, presidenta.

Ação Penal nº 1680-42.2010.6.26.0000
Procedência : TAUBATÉ-SP (141ª ZONA ELEITORAL - TAUBATÉ)
Doc. Origem : INQ POLICIAL
Relator : FLÁVIO YARSHELL
AUTORA(S): JUSTIÇA PÚBLICA ELEITORAL
AVERIGUADO : ROBERTO PEREIRA PEIXOTO
ADVOGADO : ALFREDO JOSÉ GONÇALVES RODRIGUES
AVERIGUADO : BENEDITO RODRIGUES FRANÇA
AVERIGUADO : FELIPE FLORES DE ALVARENGA PEIXOTO
AVERIGUADO : DIEGO RODRIGUES SIRQUEIRA VOGADO