Páginas

terça-feira, 30 de agosto de 2011

VERA QUER O PT, MAS O PT NÃO QUER VERA

Os petistas que não reclamem se a vice-prefeita Vera Saba trocar de legenda partidária. Isaac do Carmo será o candidato do partido a prefeito nas eleições do ano que vem. Para isso, tem o apoio do deputado federal Carlinhos Almeida.

SINCERIDADE
Abandonada e sabotada pelo partido, Vera pode deixar o PT
Carlinhos Almeida pelo menos foi sincero quando disse à Vera Saba, em recente reunião da vice-prefeita de Taubaté com a direção regional do partido, que seu candidato a prefeito de Taubaté é o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

PORCENTAGEM
Se o PT estadual prestasse atenção no quem ocorre em Taubaté, jamais aceitaria que o partido apoiasse o prefeito canastrão e sua quadrilha. Saberia também que Isaac do Carmo, pré-candidato do partido a prefeito em 2012, não tem mais que 0,5% da preferência dos eleitores, quando o entrevistado é estimulado por possíveis candidatos a prefeito.

PERDEDOR
O PT é um partido de perdedores em Taubaté. Elegeu, desde a sua fundação, apenas quatro ou cinco vereadores na cidade. O sectarismo do PT taubateano afasta do partido suas principais lideranças em termos eleitorais. Foi assim com Joffre Neto, foi assim com Fátima Andrade e está sendo assim com Vera Saba.

DEFENESTRADOS
Joffre e Fátima foram defenestrados do PT pelas forças internas do partido que agem contra aqueles que detêm liderança e são bons de voto. Não está sendo diferente com Vera Saba. Outras lideranças quem o PT teve em Taubaté também deixaram o partido por sofrerem pressões descabidas. Perguntem a Benedito Machado ou ao professor Silvio Prado por que eles saíram do PT.

PROME$$A I
O prefeito canastrão vai pagar prome$$a em Aparecida por não ter $ido ca$$ado graças aos vereadores Ary Kara José Filho, Chico $aad, Henrique Nunes, Luizinho da Farmácia, Maria Teresa Paolicchi e Rodson Lima.

PROME$$A II
Deveria aproveitar a estada na Basílica Nacional e prometer à Padroeira do Brasil que vai agir com honestidade desta data em diante se a opinião dos eleitores sobre seu governo melhorar, mas tem que melhorar muito.

PROMESSA III
Já que o demagogo-canastrão gosta tanto de fazer promessa, aproveite e prometa à Virgem Aparecida uma imagem da santa em tamanho natural que, naturalmente, levará a pé, no próprio lombo, até a Basílica Nacional desde que Dilma, não a Rousseff, mas a Pena, libere aqueles milhõezinhos que a Sabesp não quer deixar em mãos temerárias. Vai que num passe de mágica a dinheirama desapareça!

AVALIAÇÃO
Pesquisa de opinião feita em julho, encomendada por um grupo empresarial, constatou que 67,3% da população taubateana desaprova o governo Roberto Pereira Peixoto, o pior prefeito da história de 365 desta urbe. Somente 22,3% o aprovam e 10,4% não responderam ou não souberam responder.

MOTIVOS
Conforme havia sido divulgado em pesquisa realizada pela ONG Transparência Taubaté, no início de agosto deste ano, a população taubateana aponta a corrupção como a principal causa para a desaprovação do governo Peixoto.

PÉSSIMO
A julgar pelo resultado da pesquisa, Peixoto terá que carregar uma imagem da Virgem Aparecida com pelo menos dez quilos de peso, a pé, nos 45 quilômetros que separam Taubaté de Aparecida. Ainda assim tenho dúvida se conseguirá pagar todos os seus pecados.

OPINIÕES
Já vimos que 67,3% da população desaprovam Peixoto. A divisão é esta: corrupção (20,7%), não cumpriu o que prometeu (17,6%), não faz nada (12,4%), não sabe administrar (6,5%), não melhora área da saúde (3,2%), falta limpeza pública (0,9%), não melhora área da educação (0,6%), não gera emprego (0,5%), falta policiamento (0,3%), não soube responder (1,8%) e outros motivos (2,8%).

SÂO GONÇALO
A pior avaliação de Peixoto está no São Gonçalo (89,5%). Depois aparecem Cidade de Deus (89.1%), Gurilândia (83,7%), Campos Elísios (75%), Parque Aeroporto (73,3%), Santa Clara (63,9%), Independência (63%), Chácara do Visconde (61,2%), Vila São Geraldo (59,1%) e Quiririm (57,4%).

ESCOLARIDADE
Por grau de escolaridade, 73,9% dos que tem ensino médio reprovam o governo Peixoto, 60,9% dos que tem ensino fundamental e 61,2% de quem tem ensino superior também desaprovam Peixoto.

COMPARAÇÃO
Em setembro de 2010, o governo Peixoto era aprovado por 44% da população taubateana. Este número despencou para 22,3% em julho de 2011. Vale que ressaltar que 52% reprovavam Peixoto em setembro de 2010. Em julho deste ano, a pesquisa apurou que 67,3% estão descontentes com o atual governo. Em 2010, 4% não sabiam avaliar o governo Peixoto. Em julho deste ano o número passou para 10,4%.