Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

CHICO SAAD FAZ CARA DE INOCENTE, MAS TSE FERRA VEREADOR E MANTÉM DECISÃO DO TRE SOBRE CONTAS DE 2006

A vice-procuradora-geral-eleitoral, Sandra Cureau, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em parecer ao recurso do vereador Chico Saad (PMDB), que teve suas contas como candidato a deputado estadual em 2006 reprovadas pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral), aceita o recurso interposto, mas não dá provimento ao mérito do mesmo.

O parecer da procuradora fala em irregularidades insanáveis. Chico Saad gastou R$ 9.820,02 com impressos (santinhos) em sua campanha, “sem a correspondente despesa com pessoal ou com correios necessários à sua distribuição”, indicando “omissão de despesa (...) além de não emitir recibo eleitoral e sem trânsito pela conta bancária”.

Chico Saad na Sessão da Vergonha de 12/13 de agosto
O julgamento do recurso será do ministro Marco Aurélio Mello. A julgar pelo parecer da vice-procuradora, de 6 de setembro deste ano, o “legalista” Chico Saad não é dado a cumprir cegamente as leis que diz respeitar.

Não deve acontecer nada demais com o "amigo de verdade". O vereador não perderá sua cadeira na Câmara Municipal por isto. Será mais uma mácula em sua conturbada carreira de vereador canastrão, que não tem pejo de enganar em benefício próprio.







Abaixo, a íntegra do parecer da vice-procuradora-geral-eleitoral.