Páginas

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

TRE MANDA INTIMAR FELIPE PEIXOTO EM BRASÍLIA, SEU LOCAL DE "TRABALHO"

Felipe Flores de Alvarenga Peixoto, filho do prefeito canastrão, ainda não deu as caras no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Será que ele pensa que o fato de seu pai ter sido absolvido pela Câmara Municipal em um processo de cassação o isenta de culpa?

DESPACHO
O juiz Flávio Luiz Yarshell, relator do processo 168042.2010.626.0000, que corre no TRE, despachou no dia 15 de setembro ordem de intimação para Felipe Flores de Alvarenga Peixoto, em Brasília.

INTIMAÇÃO
A intimação foi encaminhada quinta-feira (28/09), às 14 horas, para o TRE de Brasília, conforme certidão emitida pela Coordenadoria de Processamento: “Certidão de que nesta data, foi transmitida, por meio eletrônico, Carta Precatória ao Juízo do Egrégio Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, para notificação de Felipe Flores de Alvarenga Peixoto, em cumprimento ao despacho de 15/9/2011”.

DESOBEDIENTE
O “menino” Peixoto é desobediente. Não compareceu nos autos do processo que corre na Justiça Eleitoral para explicar as doações de bolsas de estudo que teria feito na campanha eleitoral de 2008.

DESTINO
Seu pai cansou de driblar o meirinho da Justiça Eleitoral que tentava intimá-lo para se explicar no caso. O procurador regional eleitoral não teve a mesma paciência e pediu ordem de prisão para Peixoto. Felipe Peixoto pode ter o mesmo destino se continuar driblando a Justiça Eleitoral.

XILINDRÓ
Ao tomar conhecimento que as portas do xilindró se abririam novamente para receber tão ilustre hóspede, seus advogados, que não sabiam de nada, correram o TRE com procuração do prefeito canastrão para livrar o patrão da prisão. Conseguiram em parte. Se bobear, Peixoto volta para a tranca.

LOCALIZAÇÃO
Como localizar esse menino levado? Será que ele comparece regularmente no Ministério da Agricultura, onde deveria estar trabalhando e poderia ser facilmente localizado? Estaria ele morando em Brasília ou em Taguatinga? Em Taubaté ele é sempre visto por amigos, lépido e fagueiro, como se nada estivesse acontecendo.

PROCESSO
Abaixo, o processo que corre Justiça Eleitoral contra o prefeito canastrão, seu filho e outros envolvidos. Notem que os advogados de Peixoto são os mesmos que o defenderam no processo de cassação em que foi absolvido por seis vereadores na madrugada da vergonha (13/08/11)

PROCESSO:

AP Nº 168042 - Ação Penal UF: SP
TRE

Nº ÚNICO:


MUNICÍPIO:

TAUBATÉ - SP
N.° Origem: 190146/2010-4

PROTOCOLO:

368152010 - 16/06/2010 15:26

AUTORA(S):

JUSTIÇA PÚBLICA ELEITORAL

RÉ (U) (S):

ROBERTO PEREIRA PEIXOTO

ADVOGADO:

ALFREDO JOSÉ GONÇALVES RODRIGUES

ADVOGADO:

THIAGO DE BÓRGIA MENDES PEREIRA

ADVOGADO:

ERICH BERNAT CASTILHOS

ADVOGADO:

EDISON CAMBON JUNIOR

RÉ (U) (S):

BENEDITO RODRIGUES FRANÇA

ADVOGADA:

REGINA HELENA BONIFÁCIO DE LIMA

RÉ (U) (S):

FELIPE FLORES DE ALVARENGA PEIXOTO

RÉ (U) (S):

DIEGO RODRIGUES SIRQUEIRA VOGADO

ADVOGADA:

ROBERTA FLORES DE ALVARENGA PEIXOTO

ADVOGADO:

THIAGO DE BÓRGIA MENDES PEREIRA

RELATOR(A):

JUIZ FLÁVIO LUIZ YARSHELL

ASSUNTO:

INQUÉRITO - CRIME ELEITORAL - PREFEITO - INCIDÊNCIA: ARTIGO 299 DO CÓDIGO ELEITORAL C.C. ARTIGOS 29 E 71 DO CÓDIGO PENAL - IP Nº 19-0146/2010-4 NA DEL DE POL FEDERAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - CÓPIA DOS PROCESSOS NºS 179/2008 (APENSOS I A X) E 180/2008 (APENSOS XI A XV) TODOS NA 141ª Z.E.

LOCALIZAÇÃO:

CPRO-COORDENADORIA DE PROCESSAMENTO

FASE ATUAL:

28/09/2011 14:00-Certidão