Páginas

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

SUCESSÃO EM PINDA DEVE GANHAR LANCES DECISIVOS NOS PRÓXIMOS DIAS; DEM QUER MANDATO DE MARTIM CÉSAR

Para surpresa geral, a vice-prefeita Myriam Alckmin (PPS) pode ser apoiada pelo PMDB nas eleições municipais do ano que vem. Myriam tem afirmado a alguns interlocutores que “é certo como a luz do dia” que Paulo Sérgio Torino, virtual candidato do PMDB, está perdendo força e, em consequência, o partido.

PRAZO
A definição pode ser confirmada até o final desta semana. Myriam fez a afirmação quinta-feira (06/10) e deu prazo de dez dias para que sua estimativa se confirme. O jeito é aguardar.

ÔNUS
Vice-prefeita Myriam Alckmin (PPS)
A vice-prefeita de Pindamonhangaba carregará consigo, possivelmente, o DEM e o PSB, que era presidido por Esaur e foi importante no apoio ao prefeito João Ribeiro nas eleições municipal de 2004 e 2008.

QUENTE
Esta acabou de sair do forno e está quentinha. Não se trata de pizza. É que o DEM deve entrar com ação na Justiça Eleitoral pedindo o mandato do vereador Martim César por infidelidade partidária. Ele não votou no vereador Dr. Marcos Aurélio, de seu partido, para a presidência da mesa diretora do Legislativo pindense.

CONGELAR
Dificilmente o partido conseguirá o mandato do vereador por infidelidade partidária, pois Martim César continua no DEM. O máximo que pode acontecer é impedir a candidatura do vereador à reeleição quase assegurada.

DESFILIAÇÃO
Esaur deixou o PSB e procurou abrigo no PP, partido que, por enquanto, compõe a base aliada do ex-prefeito Vito Ardito (PSDB), que será candidato pela quinta vez a prefeito de Pinda – venceu três e perdeu uma.

APROXIMAÇÃO I
Arthur tentou se aproximar do médico e vereador Dr. Isael via Paulo Ramos Melo, seu fiel escudeiro, que participou de várias reuniões na casa do vereador, que prepara sua candidatura a prefeito de Pinda.

INFORMANTE
Amigos inseparáveis, Paulo Ramos Melo deve ter levado a Arthur Ferreira dos Santos tudo o que foi conversado com o vereador Dr. Isael, novo na política e que desconhece os atalhos da política partidária pindense, bem como o jogo de interesses existente.

DESCARTADO
Paulo Ramos Melo, ao não comparecer na festa de filiação de Isael Domingues ao PV, alegando que “não ficava bem”, por estar a serviço do PPS, está descartado para compor a equipe de campanha a prefeito do vereador.

ACORDO
Vereador Dr. Isael (PV)
O vereador Isael Domingues não descarta a possibilidade de uma coligação com o PT, tendo Carlinhos Casé candidato a vice-prefeito. O deputado federal Carlinhos de Almeida, principal articulador do PT não Vale do Paraíba, vê com bons olhos essa aproximação e até já falou sobre isso ao jornal O Vale.

NEBULOSO
O provável candidato à Prefeitura de Pinda pelo PV deve aguardar os próximos dias para saber o que vai acontecer na política local, quais acordos serão fechados e decidir o que fazer. Por enquanto está tudo nebuloso.

APOIO
Na moita, o secretário de Governo da Prefeitura de Pinda, Arthur Ferreira dos Santos, colocou seu irmão, Marcelo dos Santos, no PP para apoiar Vito Ardito.

DESAFETO
Arthur nega ser desafeto político de Myriam Alckmin. Porém, na campanha de 2010, fez o que pôde para tirar apoio da vice-prefeita, então candidata a deputada estadual pelo PPS.

VICE
O vereador Ricardo Piorino deixou o PPS e filiou-se ao PDT. Piorino tenta viabilizar sua candidatura a vice-prefeito na chapa a ser encabeçada por Vito Ardito. Será?