Páginas

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

CEI “ESCONDIDINHA” DA VERDURAMA TERMINA QUINTA COM DEPOIMENTOS DE JOÃO RIBEIRO E MYRIAM ALCKMIN

A CEI da Verdurama, na Câmara Municipal de Pindamonhangaba, ouve nesta quinta-feira (1º/12) os depoimentos do prefeito João Ribeiro e da vice-prefeita Myriam Alckmin. No começo de 2012, em janeiro do ano que vem, portanto, o relator, vereador Alexandre Faria, deve entregar suas conclusões ao presidente da CEI, vereador José Carlos Gomes - Cal.

BARRADOS
Prefeito João Ribeiro será ouvido pela CEI da Verdurama nesta quinta-feira
Repórteres cinematográficos e fotógrafos terão acesso ao plenário Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin, pai do governador de São Paulo, mas não poderão registrar a imagem dos depoimentos.

ESCONDIDINHA
A CEI escondidinha só acolherá um representante de cada veículo de comunicação que se apresentar para cobrir o depoimento do prefeito e da vice-prefeita, que serão ouvidos na qualidade de testemunhas.

CAVERNA
Incrível, mas registro de áudio também está proibido. A CEI da Câmara de Pindamonhangaba voltou ao tempo das cavernas. Só falta proibirem repórteres de entrarem com papel e caneta para ouvir o depoimento das testemunhas.

DIFERENÇA
Diferentemente da CP de Taubaté, que permitiu a presença de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas em plenário e divulgou os depoimentos dos envolvidos na CEI da ACERT, a CEI de Pinda não divulga nada.

DIREÇÃO
A CEI de Pinda, presidida pelo vereador José Carlos Gomes - Cal, tem a advogada Andrea Freitas França como principal assistente. Ela seria a pessoa determinante nestas decisões esdrúxulas da Câmara Municipal, que parece ter medo de punir quem merece punição.

NOVIDADE?
João Ribeiro não vai contar nenhuma novidade. Vai repetir que mandou apurar as denúncias de corrupção praticadas pelo seu ex-secretário de Finanças Silvio Serrano, a quem só demitiu em outubro de 2010, após cinco anos das dezenas de alertas feitas pelo seu ex-vice-prefeito João Bosco Nogueira quando o contrato com a Verdurama foi assinado.

CORAGEM
O único depoimento corajoso foi prestado pelo ex-secretário de Educação Luiz Sávio Neto, que Serrano tentou, covardemente, incriminar. Serrano foi nomeado secretário por indicação de Paulo Ribeiro, confirmou, corajosamente.

BLOQUEIO
Os bens do prefeito João Ribeiro e do lobista Paulo Ribeiro, cunhado do governador Geraldo Alckmin, estão bloqueados por ordem da ínclita juíza Carla Cristina Fonseca Jório, da 1ª Vara Federal de Taubaté, desde 14 de outubro deste ano.

AGRAVO
O advogado Carlos da Silva Duenas impetrou agravo de instrumento contra a decisão judicial da Vara Federal de Taubaté. A terceira turma do Tribunal Regional Federal da 3ª região, presidida pelo desembargador Nery Junior, negou prosseguimento ao agravo por falta de documentação.

MALANDRAGEM
O recurso apresentado pelos agravantes não continha peças importantes como a decisão judicial condenando os réus a terem seus bens bloqueados. Uma forma nada sutil de ganhar tempo. Uma malandragem jurídica para ganhar tempo.

EMBARGO
Como o objetivo era ganhar tempo antes do acórdão sobre o caso Verdurama, a turma de réus entrou com pedido de embargo declaratório no mesmo TRF. O embargo foi dado entrada terça-feira (29/11) e anexado ao processo nesta quarta-feira (30/11). Ganharam mais alguns dias.

AUSENTE
A CEI de Pinda foi costurada para dar em nada. Por que o ex-vice-prefeito João Bosco Nogueira não foi chamado para depor? O depoimento de uma testemunha tão importante só serviu para o Ministério Público? Será que a CEI não queria apurar o que verdadeiramente aconteceu?

DELATOR
O depoimento mais importante colhido pelo Ministério Público de Pinda foi do delator Genivaldo Marques dos Santos. Em troca de abrandamento de uma possível pena, o ex-sócio da Verdurama contou tudo direitinho ao Ministério Público – como foi elaborada a fraude e os envolvidos nela.

PROVAS
Para a juíza Carla Cristina Fonseca Jório, restou provada a culpabilidade do prefeito João Ribeiro por não ter tomado medidas concretas que deveria ter tomado antes das eleições de 2008 (quando foi reeleito).

INDICAÇÃO
Para a juíza da 1ª Vara Federal de Taubaté, foi Paulo Ribeiro o responsável pela indicação de Sílvio Serrano para a Secretaria de Finanças de Pinda. Mais verdadeiro que o nascimento do sol todos os dias.

GRAMPOS
As provas produzidas pelo Ministério Público incluem “grampos” telefônicos autorizados judicialmente e busca e apreensão concretizadas.

DEFENESTRADA
Os vereadores da CEI, que não terão o testemunho da imprensa, praticamente defenestrada das oitivas, poderiam perguntar ao prefeito João Ribeiro onde foi parar os R$ 5,87 milhões repassados pelo Ministério da Educação para ser gasto com merenda escolar em Pindamonhangaba.

OFÍCIO
Abaixo, cópia do ofício enviada pela CEI de Pinda à imprensa regional, convidando-nos para a oitiva desta quinta-feira (1º/12).