Páginas

sexta-feira, 23 de março de 2012

MAX OFFICE CRESCE 23 VEZES EM 4 ANOS SOB O GOVERNO DE ROBERTO PEIXOTO

Coincidência ou não, a Max Office Propaganda e Marketing nasceu em 28 de março de 2008 (completará em uma semana, portanto, quatro anos de atividades), com um modesto capital inicial de R$ 30 mil.

A Max Office é prestadora de serviços da Prefeitura de Taubaté.

A empresa nasceu três meses após Roberto Peixoto assumir seu segundo mandato como prefeito desta urbe quase quatrocentona.

O modesto capital inicial de R$ 30 mil transformou-se num passe de mágica em R$ 300 mil exatamente um ano e cinco meses após o início das atividades da empresa.

O crescimento do capital, num primeiro momento, foi de dez vezes.

Não é que a Max Office tem capital de R$ 700 mil desde 01/11/2011, segundo o cadastro da empresa na Junta Comercial?

Notem que em menos de quatro anos de atividades, graças ao contrato com a Prefeitura a Max Office cresceu vinte e três vezes.

Aparentemente não há nada errado, pelo menos em relação à papelada registrada na Junta Comercial.

Mas que tem cheiro de mofo tem.

A Max Office foi aberta em nome de Fábio Rogério Maximo Vieira, dono de R$ 29.700,00 do capital da empresa, e Ana Lúcia Máximo Vieira, com apenas R$ 300,00 do capital.

Em 19 de agosto de 2009, um ano e cinco meses depois de aberta e contratada pela Prefeitura, a sociedade inicial mudou.

O capital de Fábio Rogério, que era de R$ 29.700,00, caiu para R$ 19 mil.

Em compensação seu novo sócio, Eduardo Alexandre Godoy Sampaio, ficou com R$ 361 mil do capital da empresa.

Ou seja, o capital total da Max Office passou para R$ 380 mil. Crescimento de 12,5 vezes.

Ana Lúcia Máximo Vieira deixa a sociedade.

A mudança societária prossegue em 1º de março de 2011. A Junta Comercial registra que nesta data Fábio Rogério deixa a Max Office, que admite Karina Godoy Sampaio com os mesmos R$ 19 mil de Fábio.

O capital da Max Office passa de R$ 380 mil para R$ 700 mil em 1º de novembro de 2011. Há pouco mais de quatro meses, portanto.

Fábio Rogério volta à empresa, agora com capital de R$ 17.500,00. A Max Office admitiu Rodrigo da Silva Miragaia como sócio e capital de R$ 17.500,00.

É possível inferir que Eduardo Alexandre Godoy possui R$ 665 mil do capital da Max Office.

A pergunta que não quer calar:

Quem é Eduardo Alexandre Godoy? 

Abaixo, os dados da Max Office na Junta Comercial extraída por este blog em dezembro de 2011.