Páginas

quinta-feira, 29 de março de 2012

“MEU GAROTO, COMO ÉS ESPERTO”, “APRENDI CONTIGO, MEU PAI PAI”

Este título é uma homenagem ao grande Chico Anysio, criador da dupla de palhaços Cascata e Cascatinha, e uma crítica à dupla de cascateiros taubateanos formada por Bernardo Ortiz e seu filho.

Ortiz Junior, que ainda não explicou de onde está saindo tanto dinheiro para uma das mais ricas pré-campanhas a prefeito de Taubaté, só compareceu ao evento sobre meio ambiente realizado no prédio da Faculdade de Engenharia de Taubaté no meio da festa.

Entenda: O programa Cidades Sustentáveis é uma iniciativa apoiada pela Rede Band, no qual os pré-candidatos a prefeito assumem o compromisso público de cuidar do meio ambiente.

Os candidatos devem participar de um debate público e assinar um documento que concordam com o programa. O pré-candidato pode mandar um representante em seu lugar.

A contrapartida é uma entrevista para os jornais da Band Vale.

Todos os pré-candidatos de Taubaté compareceram ou mandaram representantes.

Ortiz Junior não fez uma coisa nem outra. Preferiu furar a fila para ser entrevistado sem participar do seminário. Não sei se aprendeu a furar fila com o pai ou com Bilili.

Um de seus muitos assessores, por telefone, avisou a Cacatinha que podia se dirigir ao local e gravar sua entrevista como se tivesse participado da reunião. Reveja os personagens Cascata e Cascatinha. Qualquer semelhança não é mera coincidência.

A esperteza de Ortiz Junior não passou despercebida. Os jovens que estiveram no evento prometem inundar o Facebook com postagens nada lisonjeiras ao tucano.

Como os personagens de Chico Anysio, Cascata e Cascatinha são a representação acabada do pai que cria o filho para ser sua semelhança no futuro.

Ortiz Junior é isso. Age como agia seu pai: afasta aliados que podem atrapalhar sua caminhada, pressiona funcionários públicos que se aproximem de candidatos de outras legendas e repete o cansativo discurso moralista do Velho.

Só não explica por onde anda a advogada Gladiwa Ribeiro, que trabalhava no gabinete da FDE (Fundação para o Desenvolvimento Educacional) com seu pai.

Que compromissos estaria assumindo Ortiz Junior com os 14 ou 15 partidos que deverão fazer parte de sua coligação?

Como ele irá contentar o exército de 180 candidatos a vereador que diz que terá em outubro, após as eleições?

Quem paga a empresa de telemarketing que faz milhares de ligações em Taubaté para saber se o Cascatinha é conhecido do eleitor?

Não é possível abrigar todos os aliados na FDE. Estariam eles se arrumando em outros lugares sob influência do Cascata?

“Meu garoto”, explique-se aos eleitores, por favor.

ABAIXO, TEXTO DA LAVRA DO VEREADOR MÁRIO ORTIZ (PSD) À RESPEITO DA REUNIÃO SOBRE MEIO AMBIENTE EM TAUBATÉ

Aconteceu na noite de ontem a apresentação à comunidade taubateana do "Programa Cidades Sustentáveis" com uma palestra do empresário e político Ricardo Young, entusiasta da causa e que apresentou as plataformas programáticas depois submetidas a todos os pré-candidatos a Prefeito nas eleições 2012.
A proposta inverte a lógica de governo, passando a priorizar a qualidade de vida e tem por objetivo estabelecer eixos que promovam a organização do trabalho nessa direção bem como índices que colocam a vida das cidades sob o controle estatístico da satisfação dos munícipes sob as mais diversas óticas.
Muito interessante esse programa. Já passei pelo cargo de Prefeito no final da década de 90 e muitas das ações propostas foram colocadas na prática.
Enumero três dentre muitas diferenças fundamentais que agora viabilizam a ótica do programa "Cidades Sustentáveis":
1) A consciência ambiental e de qualidade de vida deu um grande salto na última década e hoje mobiliza muito mais gente do que a 12 ou 13 anos atrás. O próprio evento ontem realizado teve um bom índice de comparecimento, algo difícil de ocorrer dez anos antes.
2) A comunidade taubateana de hoje anseia por participar na gerencia de seus destinos, diferentemente do que ocorria no final dos anos 90, quando eram muito mais localizados os grupos que tinham esse interesse. Alguns fatos apontam essa direção, dentre os quais destaco a crescente importância dos Conselhos Municipais e os êxitos nas audiências publicas promovidas pela Câmara de Taubaté, geralmente com grande participação popular, com pessoas dispostas a interferir na administração municipal, que afinal, gere o dia a dia de todos que aqui habitam.
3) Hoje, a informatização e a portabilidade tornaram muito mais simples e viável a introdução de medições e processamento de dados estatísticos vitais para a gestão da qualidade de vida.
4) O fortalecimento da imprensa regional e também o crescimento da participação popular por meio da internet e suas redes sociais, que abriu um espaço importante e definitivo para o posicionamento e cobrança individual.
A importância da proposta de uma gestão objetivando a inserção de Taubaté dentre as "Cidades Sustentáveis" é indiscutível e todos os pré-candidatos a Prefeito em 2012, por si ou por seus representantes, assinaram o protocolo proposto no evento.  Para mim, o mais importante é que todos demonstraram que tem a vontade sincera de formatar a administração municipal de modo a atender os requisitos ontem acordados.
Ponto para Taubaté!