Páginas

quinta-feira, 8 de março de 2012

PARABÉNS MULHERES! VOCÊS SÃO MAIS GUERREIRAS QUE NÓS, HOMENS

Não estou fazendo média com as mulheres. Elas têm provado, ao longo da história, que são mais capazes de governar o Mundo do que nós, homens, pelo simples fato de não serem chauvinistas.

Mulher não guarda rancor no coração, que é ocupado por um amor que nós, homens, não temos capacidade para entender, pois somos educados desde a mais tenra infância para enfrentar uma verdadeira guerra pela sobrevivência.

A educação machista que recebemos, principalmente até os anos 1970, nos tornou cegos e infamantes quando nos referimos à mulher.

Que nós, homens, não nos esqueçamos de que nascemos de uma mulher, que foi o primeiro amor de nossas vidas.

Foi o amor e a união de um homem e uma mulher que nos proporcionou vida. A mulher entendeu seu papel social nos séculos passados e o cumpriu com louvor.

Agora elas assumem um novo e importante papel na sociedade. Ocupam, por consequência, cargos cada vez mais importantes.

No começo dos anos 1970 entrevistei para o programa “Brasil 2000”, brilhantemente apresentado por J. Bonani, talvez a primeira mulher taxista de Taubaté.

Ela trabalhava no ponto que existia em frente ao prédio da antiga Central do Brasil, ao lado da rodoviária velha.

Sou péssimo historiador e a memória não me ajuda, mas acredito que a primeira mulher taubateana a tomar assento na Câmara Municipal foi a ex-vereadora Judith Mazella Moura.

Hoje, ela é justamente homenageada pelo Legislativo Municipal, emprestando seu nome a uma das salas da Casa e Leis de Taubaté.

Os anos se passaram e o 5º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Taubaté, é comandado por uma mulher: major PM Eliane Nikoluk. É a primeira mulher a comandar um batalhão da Polícia Militar no Vale do Paraíba.

Para não perder o fio da meada, enuncio abaixo algumas mulheres que admiro, quer por sua atuação política, quer por sua atuação artística, quer por atuar na retaguarda das grandes causas, sempre com grande importância ou como simples dona de casa e mãe dedicada.

O amigo internauta pode acrescentar outras, pois a memória não me ajuda, já disse.  Sei que há outros nomes e conto com a inestimável ajuda do amigo leitor.

Os nomes estão dispostos em ordem alfabética.

Andréa Luswarghi (SJC)
Beatriz Luiz
Cely Campello
Dalziza Reis (Pinda)
Elenice Machado
Hebe Camargo
Hélcia Freire
Isabel Camargo
Márcia Regina Soldi
Marilda Prado
Ministra Eliana Calmon
Presidenta Dilma Roussef
Professora Cidinha Nascimento
Rita de Cássia Bittar
Silvana Fontes
Vera Dátola
Vereadora Graça
Vereadora Pollyana
Vice-prefeita Vera Saba