Páginas

terça-feira, 20 de março de 2012

“PREFEITA” LUCIANA PEIXOTO VENCE QUEDA DE BRAÇO E INDICA ANTHERO

Pelo andar da carruagem, o secretário de Negócios Jurídicos Anthero Mendes Pereira deverá ser indicado candidato a prefeito de Taubaté pelo PMDB.

Lu Peixoto é efusivamente abraçada pelo secretário de
Segurança Tenente Orlando, após alguns na Rua Goiás
A aceitação pacífica do nome preferido de Lu Peixoto seria fruto da pressão exercida pelo prefeito canastrão, que ameaçou demitir que não acompanhasse a indicação do casal sessenta.

Cabem, aqui, algumas considerações:

1-    Lu Peixoto e o ex-deputado Ary Kara José estão em queda de braço pela indicação do candidato à sucessão do prefeito canastrão há muito tempo.
2-    O cabo de guerra peemedebista, no momento, está sendo puxado com mais força pelo casal sessenta.
3-    Recentemente, o PMDB esteve reunido no flat Olavo Bilac quando teria acertado que o candidato do partido seria Adair Loredo.
4-    Os vereadores Ary Filho, Carlos Peixoto e Alexandre Villela teriam afirmado que apoiariam Loredo. Chico Saad, para variar, ficou em cima do muro.
5-    Os quatro são membros da comissão provisória executiva do partido.
6-    Peixoto reuniu a poucos dias diretores, gerentes de área e colaboradores nomeados para pressioná-los a apoiar Anthero Mendes Pereira.
7-    O PMDB deve decidir na próxima quinta-feira (22/03) quem será indicado candidato do partido nas eleições de outubro.
8-    O racha no PMDB antepõe Ary Kara, ex-deputado e coordenador regional do partido, e Lu Peixoto, que acaba impondo sua vontade e deixa claro quem manda na Prefeitura.
9-    Peixoto não passa de boneco de ventríloquo da dama do Bom Conselho.

Uma pessoa que conhece profundamente os bastidores da política taubateana me disse que não está descartada uma aliança PV-PMDB em Taubaté.

Neste caso, o vereador Alexandre Villela seria indicado candidato a vice-prefeito.

O próprio deputado Padre Afonso, pré-candidato a prefeito de Taubaté, tem dito que aceita o PMDB sem Peixoto. Impossível dissociar a imagem do prefeito canastrão do partido que representa.

Ary Kara deve contar com a força política do deputado Baleia Rossi, presidente estadual do PMDB, para fazer valer sua voz dentro do partido.

Ressalte-se que Ary Kara é amigo pessoal do vice-presidente da República, Michel Temer, que deverá influir nas decisões futuras do PMDB de Taubaté e de onde mais for necessário.

Outro ponto que pelo menos por enquanto favorece o casal sessenta é o comodismo dos vereadores do PMDB.

Afinal, cada um eles tem pelos menos duas dezenas de funcionários nomeados pelo prefeito canastrão que, com uma só canetada, pode defenestrá-los do cabide de emprego montado no Palácio do Bom Conselho.

Pela lógica palaciana, as demissões implodiriam o PMDB e os vereadores em questão perderiam apoio com a demissão de seus apaniguados.

Peixoto sabe que sua carreira política está encerrada e seu destino é a Rua Goiás, na capital paulista, onde passou uma temporada o ano passado.

FALTAM 200 DIAS PARA AS ELEIÇÕES DE OUTUBRO

Para concluir, convido os amigos internautas a participarem da trepidante enquete:

Você votaria em um candidato apoiado pelo PMDB de Peixoto?

A enquete pode ser respondida na coluna à sua direita. Participe.