Páginas

quinta-feira, 5 de abril de 2012

PADRE AFONSO NEGA ACORDO COM PMDB E QUE SÓ DECIDE ALIANÇA APÓS PESQUISA

O deputado Padre Afonso ligou-me no início da tarde desta quinta-feira (05/04) para dizer que não fez acordo com o PMDB e que o vereador Ary Filho não é candidato a vice-prefeito em sua chapa.

Disse que na próxima terça-feira (10/04) uma nova pesquisa eleitoral começa a ser feita em Taubaté e só depois do resultado vai decidir se compõe com o PMDB nas próximas eleições.

A informação que Ary Filho seria o vice de Padre Afonso foi dada pelo tucano Ortiz Junior, segunda-feira (02/05), na Rádio Cacique/Jovem Pan. Ela foi confirmada pelo vereador Carlos Peixoto (PMDB).

Quando recebi o telefonema de Padre Afonso, estava no supermercado. Ele me explicou que não fechou acordo com ninguém e que vai esperar o resultado da pesquisa eleitoral que encomendou para decidir alianças eleitorais.

O temor do pré-candidato do PV é ficar com tempo reduzido no horário eleitoral gratuito, menor que o do tucano Ortiz Junior, de quem acredita que vai "apanhar" muito.

Padre Afonso não fechou as portas para o PMDB, mas está consciente da dificuldade que terá se a aliança for selada.

Até as convenções municipais, muita água ainda vai rolar, muitos rumores agitarão o mundo político taubateano, alianças serão feitas e desfeitas e até lá viveremos de especulação.

Contudo, uma possível aliança PV-PMDB em Taubaté não está descartada. Há, na Câmara Municipal, vereadores que trabalham com esta possibilidade.

Padre Afonso ligou-me pela segunda vez para cobrar esta postagem contendo seu desmentido. Foi um pouco antes das 19 horas. Disse estava saindo para celebrar uma missa.

Aguardemos, pois, as convenções do PV e do PMDB. Só assim ficaremos sabendo o que é especulação e o que é verdade.