Páginas

terça-feira, 10 de abril de 2012

PEIXOTO CONFIRMA PROXIMIDADE COM PV E PREVÊ DIFICULDADE NO PMDB

O vereador Carlos Peixoto, líder da bancada do PMDB na Câmara Municipal e dono de três votos na comissão executiva municipal provisória do partido, admite a este blog que uma coligação com o PV é possível, desde que ela valha também para os candidatos proporcionais.

Peixoto disse que a prioridade do PMDB é lançar candidato próprio a prefeito, mas reconhece a dificuldade do partido. O secretário de Governo Adair Loredo e o secretário de Negócios Jurídicos Anthero Mendes Pereira não decolaram.

Loredo não pediu exoneração no dia 5 de abril e só poderá ser candidato a prefeito, ao contrário de Anthero, que se exonerou a tempo de ser candidato a vereador.

Os dois, no entanto, continuam disputando internamente a indicação do PMDB para disputar a sucessão do prefeito Roberto Peixoto.

Uma decisão difícil reconhece o vereador. “Sem um entendimento entre as duas lideranças (Roberto Peixoto e Ary Kara), a tendência é compor com outro partido”, disse, sem citar especificamente o PV, que ele considera mais próximo do PMDB.

Peixoto apóia coligação majoritária e proporcional com PV
Mais de uma vez, durante a conversa telefônica de 10 ou 15 minutos que mantivemos, o vereador Carlos Peixoto afirmou que sua exigência é que a coligação com outro partido contemple os candidatos a vereador pelo PMDB.

“O PMDB não pode entrar só com o tempo de televisão, tem que haver contrapartida, que é a coligação proporcional”, afirmou.

O vereador Ary Filho poderá ser indicado candidato a vice-prefeito, admitiu Peixoto. Segundo ele, o vereador Alexandre Villela será candidato a reeleição

O entendimento entre o prefeito Roberto Peixoto (leia-se Luciana Peixoto) e Ary Kara está cada vez mais difícil. Aquele(a) quer Anthero Mendes Pereira e este quer Adair Loredo.

O pedido de exoneração do ex-secretário de Negócios Jurídicos da Prefeitura indica que ele está disposto a ser candidato pelo PMDB, nem que seja a vereador.

Adair Loredo está retraído, pouco tem participado das articulações políticas do PMDB, mas ainda aposta na força de Ary Kara para ganhar a indicação do partido.

Pelo jeito, quem deve estar gostando deste abraço com o PV, cada vê mais apertado, é exatamente Anthero Mendes Pereira.

Aguardemos os próximos capítulos.