Páginas

sábado, 9 de junho de 2012

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS VÃO ESCLARECER QUEM APOIA QUEM

A partir deste domingo (10/06), pré-candidatos a prefeito de Taubaté, Tremembé e Pindamonhangaba definirão as alianças que os apoiarão nas eleições municipais de outubro.

Até o dia 30 deste mês, alianças serão alinhavadas e arranjos de última hora poderão surpreender os eleitores, para o bem e para o mal.

TUCANAGEM
O tucano Ortiz Júnior, que até agora não explicou de onde vem a dinheirama que sustenta sua pré-campanha a prefeito de Taubaté, tenta cooptar o primo Mário Ortiz, ex-prefeito e vereador pelo PSD, para ser vice em sua chapa.

SENSABORIA
O pré-candidato tucano tem um discurso sensaboria e tenta colar sua imagem à do pai, que se elegeu prefeito pela primeira vez (1982) num momento de desgaste para os velhos políticos locais.

LOTEAMENTO
Júnior promete o cargo de vice-prefeito para Mário Ortiz e uma secretaria de livre escolha ao vereador. Ou seja, está loteando a Prefeitura sem ter sido eleito. Cascatinha segue os passos do pai Cascata – Chico Anysio que me perdoe a comparação infame

DESESPERO
A atitude do tucano tem fundamento. Ortiz Júnior está desesperado por sentir que é incapaz de se garantir sozinho na corrida eleitoral e tenta desestabilizar a pré-candidatura da vereadora Pollyana (PPS).

COMPROMISSO
Mário Ortiz, que foi um bom prefeito e está fazendo boa vereança, disse mais de uma vez na Rádio Cacique (AM 1.160 kHz) que apoiaria Pollyana caso não fosse candidato a prefeito.

PALAVRA
Reuniões políticas são perfeitamente possíveis entre pré-candidatos. Porém, o que se conversa entre quatro paredes não é para ser vendido aos jornais como verdade. Não há porque duvidar da palavra dada por Mário Ortiz.

FUGAZ
Ressalte-se que conversas de última hora são fugazes. É como o movimento de um peão no tabuleiro de xadrez: é importante mas não decide o jogo.

EXPLICAÇÕES
O pré-candidato tucano ainda não explicou para o eleitor taubateano sua passagem pela Prefeitura de Taubaté. Ortiz Júnior trabalhava ou ficava tamborilando o teclado do computador em joguinhos virtuais?

DRAMA
O drama shakespeariano do PV/PMDB, pelo menos em Tremembé deve ter um final feliz. A desistência de Antonio Roberto Paolicchi de disputar a Prefeitura local aproximou os dois partido.

CARTOLA
Em Taubaté, o coelho na cartola do PMDB para convence padre Afonso, pré-candidato do PV à Prefeitura, a bater o martelo numa possível coligação é o ex-diretor de Gein de Bernardo Ortiz, Rubens Fernandes, que ganhou recentemente o título de cidadão taubateano.

DESCONFIANÇA
O PT sempre teve dificuldade em Taubaté e continuará tendo. Isaac do Carmo não empolgou os eleitores. Conta com as bênçãos de Lula e Dilma para decolar. Porém, fico desconfiado quando vejo Chico Saad (PMDB) elogiá-lo, pela insinceridade do vereador.

PINDA
A vice-prefeita Myriam Alckmin (PPS) será novamente candidata a vice na chapa de Paulo Sérgio Torino (PMDB). A coligação abrange, além de PMDB e PPS, DEM, PSB e outros sete partidos.

LIONS
A convenção do PMDB/PPS de Pindamonhangaba será realizada no Lions Clube, das 12 às 13 horas. Não haverá necessidade de mais conversações entre as duas siglas. O objetivo é impedir uma possível eleição do ex-prefeito Vito Ardito (PSDB)

APOSTA
Há quem aposte na possível candidatura a vice-prefeito do vereador Isael Domingues na chapa de Vito Ardito. Domingues foi eleito vereador pelo PSDB e saiu do partido para assumir a candidatura a prefeito pelo PV.

ALIANÇA
O apoio do secretário de governo Arthur Ferreira dos Santos, que ninguém entende porque é mantido no cargo pelo prefeito João Ribeiro (PPS), seria o liame entre o PV e o PSDB.

SONHO
Ocorrendo esta aliança, o presidente da Câmara de Pinda, vereador Ricardo Piorino, que trocou o PPS pelo PDT e enfrenta um processo na Justiça Eleitoral por isso, pode perder a indicação de vice de Vito Ardito para Isael Domingues.

TREMEMBÉ
O candidato do PSB à Prefeitura de Tremembé, Marcelo Vaqueli, está tranquilo quando à sua indicação. A convenção da coligação de 14 partidos e 150 candidatos a vereador será realizada na Câmara Municipal a partir das 8 da manhã deste domingo (10/06)

METRALHA
O ex-prefeito Antonio Carlos Ferreira – Metralha, descontente com os rumos do PMDB tremembeense após o falecimento de Orestes Quércia, de quem era amigo e cabo eleitoral, filiou-se recentemente ao PSB. Vai apoiar Vaqueli para prefeito e seu filho para vereador.

TRANQUILIDADE
A convenção do PPS de Taubaté não está marcada. A vereadora Pollyana, que resistiu à pressão indireta do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para ser candidata a vice-prefeita na chapa de Ortiz Júnior está preparada para enfrentar a guerra eleitoral deste ano.

EXÉRCITO
O exército de pré-candidatos e de sabujos do PSDB que a vereadora vai enfrentar não a assusta. Pollyana terá o apoio de um exército de anônimos que prega o fim da corrupção e quer novas práticas políticas em Taubaté. Aguardem o fechamento das urnas em 7 de outubro.