Páginas

quinta-feira, 12 de julho de 2012

COMITÊ DA FAXINA IMPUGNA CINCO
CANDIDATOS A VEREADOR EM TAUBATÉ

Quem pensava que o Comitê da Faxina de Taubaté foi criado para fazer protestos inócuos pode começar a mudar de opinião.  Criado por militantes pela ética e probidade na política, o grupo nasceu para fiscalizar e acompanhar de perto cada candidato. O objetivo é arejar a Câmara Municipal e eleger vereadores descomprometidos com a corrupção.

Acabo de ser informado por telefone (21h40 de 12/07/12) por um membro do grupo que o Ministério Público Eleitoral acatou representação feita pelo Comitê da Faxina terça-feira (10/07) e para impugnar cinco candidatos a vereador em Taubaté.

Gilson Bilard: impugnado pelo Comitê da Faxina
O pedido de impugnação refere-se a Luizinho da Farmácia (PR), Carlos Peixoto (PMDB), Chico Saad (PMDB), Pastor Waldomiro Arcanjo (PR) e Gilson Bilard (PMDB).


OBS: errei quando escrevi impugnados. Na verdade, é um pedido de impugnação acatada pelo MPE e que deverá ser julgado nos próximos dias pela Justiça Eleitoral de Taubaté. Peço desculpas pela informação incorreta. Agora são 11h11 de 13/07/12.


IMPORTANTE: O vereador Carlos Peixoto acaba de me informar que está viajando para São Paulo. Estará no Tribunal Regional Eleitoral, acompanhado pelo advogado Silvio Salata, para se defender, em grau de recurso, do processo que o condenou e o tornaria inelegível. 

Chico Saad e Gilson Bilard foram condenados no mesmo processo. Os cinco impugnados tiveram seus direitos políticos cassados pelo Tribunal de Justiça anteriormente.

O Comitê da Faxina fará quantas ações forem necessárias para impedir que candidatos considerados ímprobos consigam sequer candidatar-se nas próximas eleições.

A faxina começou. Ponto para o Comitê. Tremei políticos ímprobos. Abaixo, acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo que condena o vereador Chico Saad e seu antigo assessor Gilson Bilard por improbidade administrativa e perda dos direitos políticos.