Páginas

domingo, 22 de julho de 2012

QUANDO A HONRA DO HOMEM É VILIPENDIADA POR ANÔNIMO

Todo homem público é vítima de ataques verbais e denúncias, verdadeiras ou não, de adversários políticos e dos sabujos que os cercam. Nossa responsabilidade, como administrador de blog, aumenta na medida em que se aproximam as eleições.

Imperfeitos, vez ou outra deixamos de filtrar adequadamente certos comentários indigentes, isto é, falhamos em nosso papel de censor que é o de avaliar todos os comentários antes de publicá-lo. A responsabilidade é do administrador do blog.

Dito isto, publico email que recebi do atento jornalista e escritor Carlos Karnas a respeito de comentário de anônimo publicado por mim. Uma salada de maledicências sem fundamento que, infelizmente, deixei passar.

O anonimato de lúmpen

Há dias, preventivamente, você já fez conveniente intervenção sobre as postagens de comentários de 'anônimos' em seu Blog, justamente no sentido de preservar a dignidade da informação que circula neste seu espaço público de qualificados leitores. O bom jornalismo é o da verdade, aquela identificada, sem subterfúgios.

Pois um anônimo, justamente e como sempre covarde e sem reputação ao não se identificar, insinua em comentário no seu Blog "que o Sr. Adair Loredo está visitando empresários arrecadando dinheiro para campanha do Antonio Mario em nome do Prefeito Roberto Peixoto". Este é comentário falso e desqualificado, sem fundamento. Sugere intriga eleitoral típica e conhecida. Compromete qualquer tipo de mídia

Mário Ortiz (PSD), candidato a prefeito pela coligação "Muda Taubaté", nunca teve e não tem qualquer ligação ou compromisso com o atual Prefeito de Taubaté. Mário Ortiz foi, é e continuará sendo seu opositor político. Tal posicionamento está explícito na sua conduta como vereador e na rede social da internet (Facebook) de domínio de Mário Ortiz. Ele não gosta e nem pactua com os posicionamentos políticos, filosofia ou métodos de trabalho da atual administração (PMDB/PT). Toda e qualquer investigação sobre a procedência do afirmado pelo desqualificado anônimo se revelará inútil e não verdadeira. Salvo se as pessoas estiverem se utilizando do nome de Mário Ortiz indevidamente. Neste caso há crime de quem o pratica. Crime tão igual ao que faz comentário falso em seu Blog e, por covardia, incompetência e mal-intencionado se esconde no anonimato. Taubaté não merece esse tipo de cidadão inconsequente, mentiroso e irresponsável. O lúmpen.

Carlos Karnas
Jornalista e escritor

Infelizmente, a prática nefasta de alguns comentadores de assacar contra a honra das pessoas, notadamente se elas estão no meio político, revela o quão de covardia há no debate político.

O engenheiro Chico Oiring, que trabalha pela candidatura a prefeito de Ortiz Junior, mandou comentário assinado, criticando o arquiteto Urbano Patto pelo artigo sobre a saída de Luciana Peixoto do PMDB.

Trata-se de um debate que eleva o nível da disputa política em Taubaté.

Chico Oiring foi buscar a passagem de Benedito Machado pela Prefeitura na administração do prefeito canastrão para criticar a vereadora Pollyana Gama. Uma pequena distorção da realidade, mas aceitável sob o ponto de vista da discussão política.

Entrei no debate e expliquei que o assessor da vereadora teve a dignidade de demitir-se ao perceber o desastre administrativo e a falta de remédios que se verificou em 2008, no final da primeira gestão de Peixoto..

No mais, pergunte a Fernando Borges (PSOL), forte candidato a se eleger para a Câmara Municipal de Taubaté, quem ele gostaria de ver ao seu lado na campanha deste ano.