Páginas

domingo, 19 de agosto de 2012

AUSENTE DE DEBATE NA TV, VITO DEIXA
DÚVIDA SOBRE SEU FUTURO POLÍTICO

O debate promovido pela Band Vale entre os candidatos a prefeito de Pindamonhangaba na noite de sábado (18/08), no estúdio da emissora em Taubaté, colocou um grande ponto de interrogação na cabeça dos eleitores.

Vito Ardito não foi ao debate da Band Vale. Na foto, o jornalista Robson Monteiro, o candidato do PMDB
 Paulo Torino e o apresentador Cláudio Nicolini momentos antes do início do programa.
Vito Ardito alegou conflito de agenda para fugir ao debate do qual havia aceitado participar com grande antecedência, tempo mais que suficiente readequar seus compromissos e comparecer ao encontro.

A ausência do tucano no debate da Band Vale demonstra sua fragilidade política após ter a candidatura a prefeito de Pindamonhangaba impugnada Justiça Eleitoral local.

A situação de Vito Ardito é preocupante e se complicou após a divulgação do parecer contrário do procurador regional eleitoral Paulo Thadeu Gomes ao recurso impetrado no TRE pelo qual pretende reverter a decisão de 1ª instância.

Pode ser este o conflito de agenda alegado pelo PSDB de Pinda para justificar a ausência de Vito Ardito no debate televisivo tão aguardado pelos eleitores da cidade.

Portanto ninguém sabe, pelo menos por enquanto, quem será o candidato a prefeito pelo PSDB de Pinda caso Vito Ardito tenha seu recurso negado pelo TRE.

O julgamento do recurso de Vito Ardito deve ocorrer até o final desta semana. Até lá, o eleitor de Pinda não sabe se poderá votar em Vito Ardito ou em Janio Lerario.

Cláudio Nicolini, Gugu Mello, Cartlinhos Casé e Letícia Faria d'O Vale
O eleitor que pretendia votar no vereador Isael Domingues está decepcionado. Candidato a vice-prefeito na chapa de Vito Ardito, ele jamais será indicado candidato a prefeito caso Vito Ardito não possa se candidatar.

Um amigo me disse que a situação de Isael Domingues é a mesma do ex-vice-presidente da República Pedro Aleixo, impedido de assumir a presidência com a morte do Marechal Costa e Silva.

No caso de Pedro Aleixo, uma junta militar tomou o comando do país até eleger o general Emílio Garrastazu Médici.

Isael Domingues vive situação análoga, com a diferença que o PSDB de Pinda é administrado com mão de ferro por Vito Ardito, que não admitirá outro candidato que não seja do clã dos Lerario.