Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

MARCOS LIMÃO X JOFFRE NETO

Marcos Limão é um jornalista correto, que acompanha, na medida do possível, os acontecimentos políticos de Taubaté in loco. Sem exagero, Limão, que não é azedo como seu sobrenome sugere, é o mais atuante repórter político de Taubaté.

Não sei o que ardeu entre o jornalista e o candidato a vereador pelo PSB Joffre Neto, mas reproduzirei o texto de Marcos Limão postado no grupo social Taubaté de Peixoto, assim como reproduzi as críticas do diretor da ONG Transparência Taubaté a um jornalista de São José dos Campo.

Não quero privar ninguém do que acontece nos bastidores da política taubateana. Confira, abaixo, o texto de Marcos Limão.

Joffre Neto, ESPERO QUE NÃO APAGUE A MINHA POSTAGEM.

1) Como você descobriu o autor da nota do jornal durante o evento do Barão de P4 se não havia ninguém do CONTATO por lá? Você falta com a verdade?

2) Seu vídeo eleitoral – que você chama de “singela mensagem”, muito provavelmente para transmitir para as pessoas do facebook a humildade que lhe falta – realmente não merece ser levado a sério. Está ruim, tanto do ponto de vista de conteúdo quanto do visual.

3) Quem descobriu o caso dos ovos de ouro foi uma pessoa que trabalhava na Defensoria Pública. E você se apoderou da informação para se promover politicamente e sequer deu o crédito para o verdadeiro autor da façanha.

4) Questionei seu apoio ao vereador Henrique Nunes, na campanha eleitoral de 2010, pela sua incoerência. Você, como presidente da Transparência Taubaté, que se propunha a fiscalizar Executivo e Legislativo, nunca poderia ter apoiado o então presidente da Câmara Municipal na sua campanha para deputado federal.

5) Quanto dinheiro você levou para apoiar Henrique Nunes em 2010? Ou você quer nos fazer acreditar que temos em Taubaté a única pessoa no Brasil que hoje trabalha gratuitamente para uma campanha eleitoral?

6) Uma pessoa com experiência politica como você, não sabia que o Henrique Nunes dava sustentação política a Roberto Peixoto em 2010? Conta outra...

7) Participei do grupo que fundou a Transparência Taubaté (TT). Resolvi me desligar ao ver o uso político que você fazia dela. O tempo é o senhor da razão: sua propaganda eleitoral para vereador em 2012 mostra isso, basta ver a logomarca da TT no seu vídeo.

8) A discussão que havia internamente na TT: se alguém fosse candidato, deveria se desligar da entidade. Se você, pelo visto, não respeito as regras.

9) Não estou escondido atrás de um fack. Assino todas as reportagens de minha autoria. As notícias veiculadas na coluna Tia Anastácia não tem autoria mesmo. É o estilo da coluna, se você não entendeu. E a sua propaganda eleitoral deixa tanto a desejar (e subestima tanto a inteligência do eleitorado) que não merecer ser alvo de reportagens, apenas notas.

10) Não sinto raiva de você, apenas decepção.

11) Estou atolado de trabalho e tenho família. Disponho de pouco tempo livre e não gostaria de gastá-lo para responder seus ataques no facebook, por isso peço que pare.