Páginas

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

PIORINO SERÁ JULGADO HOJE
POR INFIDELIDADE PARTIDÁRIA

O vereador Ricardo Piorino (PDT), presidente da Câmara Municipal de Pindamonhangaba, será julgado nesta terça-feira (07/08) pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por infidelidade partidária.

Eleito pelo PPS, Piorino deixou o partido e buscou abrigo político no PDT após uma intensa troca de acusações com o prefeito João Ribeiro por conta das denúncias sobre a atuação da Verdurama na cidade.

Piorino será julgado no TRE por infidelidade partidária
Piorino deixou o PPS, transferindo-se para o PDT. Chegou a negociar sua candidatura a vice-prefeito de Vito Ardito para estas eleições, mas preferiu continuar na presidência da Câmara.

As negociações não deram certo.

Se for condenado, Piorino perde a cadeira de vereador ainda este ano, mas poderá disputar as eleições de outubro normalmente e se reeleger, se obtiver votos para tanto.

A vice-prefeita e presidente do PPS, Myriam Alckmin, assim que Piorino trocou de legenda partidária, acionou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pedindo de volta o mandato do vereador por infidelidade partidária.

É isto que será julgado na tarde de hoje.

Abaixo, informações do TRE sobre a sessão.

PETIÇÃO Nº 1787-52.2011.6.26.0000
ORIGEM: PINDAMONHANGABA-SP
RELATOR: JUIZ PAULO HAMILTON
REQUERENTE(S): PARTIDO POPULAR SOCIALISTA - PPS DE PINDAMONHANGABA
REQUERIDO(S): PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA - PDT DE PINDAMONHANGABA; RICARDO ALBERTO PEREIRA PIORINO
ADVOGADO(S): ADRIANO GRAÇA AMÉRICO; HEMILTON AMARO LEITE; ARTHUR LUIS MENDONÇA ROLLO; ALBERTO LOPES MENDES ROLLO; JOÃO FERNANDO LOPES DE CARVALHO; ALBERTO LUIS MENDONÇA ROLLO; ALEXANDRE LUIS MENDONÇA ROLLO; MARIA DO CARMO ALVARES DE ALMEIDA MELLO PASQUALUCCI; MARIANGELA FERREIRA CORREA; ANA CAROLINA VIEIRA MASINI.