Páginas

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

FDE NELES!


Por Silvio Prado

Notícias da quinta-feira falam que Bernardo Ortiz, ex-prefeito de Taubaté, por motivos de saúde está se afastando da FDE, órgão responsável por todas as compras feitas para o funcionamento da educação paulista.

A partir da denúncia da revista Isto É, feita em agosto (sobre fraudes, propinas e máfias), a FDE tornou-se um problema que o governador Geraldo Alckmin terá que se desdobrar para descobrir uma solução que não seja politicamente trágica para os tucanos.

Nesse momento em que a questão da FDE vai além da eleição em Taubaté e, mais  cedo ou mais tarde, deverá lançar grossas manchas sobre o governo do estado, o melhor  a fazer é mandar mesmo o velho Ortiz, com a desculpa da doença, para o anonimato do noticiário.

Aqui em Taubaté, não foi à toa que até agora Junior manteve seu pai longe da campanha. Por que colocar no centro da campanha alguém capaz de lembrar o que os tucanos se empenham em dizer que não aconteceu e, se aconteceu, conforme eles já tentaram dizer “não tem essa gravidade toda”? No momento, a grande sacada é esconder o homem, isolá-lo talvez no sitio do Bonfim, longe dos olhos e dos questionamentos da imprensa

No correr da semana que está terminando, já prevendo que o escândalo FDE pode ser novamente matéria da Isto É e também pode até merecer reportagem especial no Fantástico do próximo domingo, Junior gastou dois ou três programas tentando preparar a cabeça do eleitor para o choque das informações  bombásticas que certamente virão sobre a cidade.

Mesmo que a recente pesquisa Ibope mantenha Junior na dianteira da corrida, tudo indica que seus números positivos vão virar farelo após qualquer reportagem feita pela grande mídia e apresentada em horário nobre sobre o assunto FDE. Nenhum marketing eleitoral consegue resistir ao impacto de revelações que mostram candidatos envolvidos, mesmo que supostamente, com máfias especializadas em fraudes e propinas com dinheiro público.

Na disputa eleitoral de Taubaté, mesmo que os tucanos queiram a toda hora disfarçar, e os demais partidos não estejam sabendo usar o fato, a questão da FDE é o centro de tudo. Até agora está sendo muito difícil entender porque Isaac, Padre Afonso e Mário Ortiz e Jenis usaram tão timidamente o assunto contra Ortiz Junior.

Se explorado bem o tema, para desespero dos tucanos, Junior estará correndo o risco de passar longe do segundo turno e, para felicidade geral, tirando o Vale do Paraíba do centro de uma política marcada pelo descaso com as questões sociais. Para os tucanos,  São José parece ter ido já para o espaço, e Jacareí deve ser outra derrota assegurada. Agora, para Taubaté resta a questão da FDE para mudar os fatos e o rumo da história dessa eleição.