Páginas

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

VELHINHO DE TAUBATÉ ENFRENTA
CAJAZEIRAS E JOFFRE NETO NA TV

Os reacionários e os neo-udenistas taubateanos adoram apontar seus dedos purulentos para os adversários e acusá-los de corruptos ou, no mínimo, macular a imagem de quem julgam inconveniente para seus projetos de poder ou discordam de seu ideário imperialista.

O grupo social Taubaté de Peixoto, no Facebook, dá abrigo a essa gentalha desqualificada, especialista em criar fatos contra os considerados adversários para tentar constrangê-los. São os escravos mentais de déspotas esclarecidos.

Produzi um texto criticando a postura do vereador eleito Joffre Neto pela defesa que faz, contra todas as evidências, de Ortiz Júnior (PSDB), réu foragido da Justiça Eleitoral de Taubaté, que se encontra em local incerto e não sabido.

A postagem a que me refiro, que tem até agora mais de 600 acessos, pode ser lida aqui.

A tropa de choque a serviço de Joffre Neto e de Ortiz Júnior imediatamente saiu em defesa dos chefes. Porém, a reação de leitores desse blog foi maior, suscitando, inclusive, o jornalista Carlos Karnas a escrever sobre o assunto.

Leia aqui o brilhante texto de Karnas sobre O oportunismo de dois pesos e duas medidas, que já teve mais de 400 acessos desde sua publicação.

A patrulha moralista novamente entrou em ação. Uma das cajazeiras do grupo Taubaté de Peixoto esparramou o boato que meu blog havia sido hackeado e postou um link do Google para possíveis denúncias.

A dama das faxineiras da anticorrupção pretendia, dessa  maneira, tirar meu blog do ar. Pretensiosa, a bizarra senhora queria receber um telefonema meu para ter certeza que o blog não estava hackeado.

Não devo satisfação a ninguém, principalmente a quem passa 24 na frente do computador para falar mal da vida dos outros, injuriar, criar factoides e, covardemente, usar nomes falsos (fakes) para lançar suas diatribes contra quem julga não rezar pelo seu missal.

Quando não é uma das cajazeiras a insinuar que estou velho e com a cabeça desregulada após minha internação hospitalar, aparece um boneco de ventríloquo, atuante no grupo Taubaté de Peixoto, para por em dúvida minha idoneidade moral e jornalística.

A estes seres imorais, escravos mentais de déspotas esclarecidos, responderei esta noite, sexta-feira (16/11), às 19 horas, na TV Cidade (TV a cabo).

Infelizmente, não contarei nada novo no programa que, espero, tenha mais de uma hora de duração, pelo menos esta noite.

O que tinha a dizer sobre Ortiz Júnior, Joffre Neto e Transparência Taubaté está em meu blog (www.iranilima.com).

A diferença é que poderei repetir na frente de Joffre Neto o que já escrevi sobre seu grupo e nomear as cajazeiras, responsáveis pela minha ida à emissora.

Perguntem o que quiser cajazeiras e bonecos de ventríloquo. Vocês devem ter escarafunchado minha vida (como gosta meu amigo Jonathan) para encontrar algum senão em minha vida.

Vocês são maledicentes, cajazeiras e bonecos de ventríloquo, mas não me metem medo. Não tenho medo de perguntas porque tenho respostas, verdadeiras, para todas elas.

Eu sou o Velhinho de Taubaté e estou muito lúcido.

À noite nos encontramos na TV Cidade.

OBS: termino de redeigir este texto à 1h51 desta sexta-feira. O blog chegou a 372.216 acessos. Será que isso quer dizer alguma coisa?