Páginas

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

ELEITOR BEM INFORMADO
NÃO SE ENGANA NA URNA

Se a regra nº 1 do jornalismo (informar) fosse cumprida pelos telejornais locais, o resultado das eleições em Taubaté seria outro, com certeza.

A audiência televisiva é infinitamente superior à dos demais veículos de comunicação. Cada qual tem seu público - o rádio, o jornal e os blogs - mas a TV é imbatível.

A televisão é tão importante na vida do brasileiro que o aparelho ocupa o principal lugar na sala de visitas, à vista de todos.

Para o bem e para o mal, o povo se informa pela televisão.

Se os telejornais locais noticiassem o que o Ministério Público da Capital e a 14ª Vara da Fazenda Pública apuram sobre José Bernardo Ortiz e seu filho, Ortiz Júnior, a eleição municipal de Taubaté teria outro resultado.

Panfleto distribuído para informar a população sobre os
acontecimentos políticos atuais de Taubaté ignorados
Não estou falando de uma notinha, que passa despercebida no meio de um vasto noticiário local e regional. Não são todos os telespectadores que se interessam por tudo o que a TV mostra.

A TV pouco noticiou as denúncias que mostramos neste blog desde maio deste ano, que apontavam para o envolvimento de José Bernardo Ortiz e seu filho, Ortiz Júnior, com fraudes na FDE, que estão sendo apuradas pela Justiça.

Não vi nenhuma reportagem à respeito em nossos telejornais. O tema foi pouco explorado pelas emissoras de rádio e pelos jornais.

A bem da verdade, apenas O Vale, nos últimos 45 dias, tem feito matérias contundentes mostrando a gravidade da situação do prefeito eleito de Taubaté.

O esforço do Ministério Público Eleitoral de Taubaté não pode ser vão. A Justiça Eleitoral deve uma resposta à população. Nada de ficar na zona de conforto, boa para o tucano eleito prefeito e para a própria Justiça Eleitoral.

Por muito menos, e põe menos nisto, em outros municípios prefeitos eleitos foram cassados e novas eleições marcadas em cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Para suprir a falta de informação sobre a gravíssima situação político-eleitoral de Taubaté, este blog ganhou 50 mil panfletos, já distribuídos pela cidade, em todos os bairros.

O que menos importa é quem pagou pela impressão dos mesmos.

Importa, sim, saber que a população está mais bem informada sobre Ortiz Júnior e as denúncias que pesam sobre ele.

O silêncio foi rompido.

Vereadores tem recebido em seus gabinetes eleitores que se sentem ultrajados pela desfaçatez do tucano no horário eleitoral gratuito.

Arrependidos, em sua simplicidade afirmam que foram enganados e votaram sem saber o que acontecia no submundo da política local.

A ignorância da população sobre as denúncias contra Ortiz Júnior é a prova acabada da falta de informação a que a população é submetida.

A panfletagem promovida por este blog deu resultado.