Páginas

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

UM BANDO DE LOUCOS... POR LULA

Quanto gastou cada um dos 25 mil corintianos que atravessou o mundo para ver seu time disputar o campeonato mundial de clubes da Fifa. no Japão?

Ninguém gastou menos de R$ 20 mil para viajar à Ásia e passar uma semana entre Toyota e Hyokohama, local da final com o Chelsea, vencida pelo Corinthians.

As passagens aéreas, o hotel e os ingressos para os dois jogos foram adquiridos em pacotes e serão quitados em 12 suaves prestações mensais.

O saquê e a cervejinha nossa de cada dia ficam por conta de cada um. Esta despesa extra não entra no pacote.

A discussão que proponho é outra: somente os corintianos investiram algo equivalente a R$ 500 milhões para viver um sonho.

25 mil corintianos invadem o Japão para ver futebol. Isto explica
a popularidade de Lula. Quantos iriam à Ásia há dez anos? 
Pelos rostos dos brasileiros mostrados pela TV na hora do jogo (havia lá faixa de torcedores da Fiel Taubaté), é possível imaginar o sacrifício econômico que milhares de torcedores fizeram para testemunhas in loco a conquista do tão sonhado título mundial.

Eram pessoas comuns, apaixonadas por futebol e, particularmente, pelo Corinthians. Teve quem sacrificou a viagem da filha para a Disneylândia para viver seu próprio sonho.

Teve gente que pediu para ser demitido do emprego, pegar o FGTS e viajar para torcer por seu clube.

Isto demonstra a sapiência popular, a confiança que tem em nossa economia, a certeza de arrumar novo emprego ao voltar do Japão (temos uma das menores taxas de desemprego do mundo).

Por isso 25 mil brasileiros torram R$ 500 milhões para ver dois jogos de futebol do outro lado do mundo.

Alguém poderia imaginar que há pouco mais de 10 anos os brasileiros teriam imensa dificuldade para viajar, nesta quantidade de torcedores, se o campeonato fosse disputado no Paraguai?

Temos, ainda, muitos gargalos na economia, na educação, na cultura, no esporte, que estão sendo superados, graças ao governo de inclusão social que começou com Lula e prossegue com Dilma.

Não é à toa que a mais recente pesquisa divulgada pela Datafolha apurou que a preferência do eleitorado por Lula e Dilma supera, de longe, os candidatos da oposição, cada um deles com 57 a 58% da preferência do eleitorado faltando dois anos para a eleição presidencial.

Não é à toa que mais de 6 mil taubateanos se acotovelaram na Praça D. Epaminondas para assistir a um comício de Lula, um fato histórico na vida política desta urbe quase quatrocentona.

Não é à toa que milhares de brasileiros trocaram as estações rodoviárias pelos aeroportos para fazer suas viagens em território nacional.

Não é à toa que a antiga nobreza torce o nariz ao ver que a classe média brasileira ocupe tantos lugares nos aviões e viaje para o exterior, ocupe os mesmos hotéis e restaurantes, visite Paris, Madri, Nova York. O privilegio, que era só deles, acabou.

Acabamos de ver pela televisão, no Japão, um bando de loucos pelo Corinthians.

Entre eles havia, com certeza, um bando de loucos... por Lula.

Detalhe: sou sãopaulino.