Páginas

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

TUCANO NOMEIA EX-CANDIDATA DO PR
PARA SECRETARIA DO MEIO EMBIENTE

O Diário de Taubaté publica em sua edição de hoje (11/01) a nomeação de Andreia Lúcia Gonçalves da Silva para a Secretaria de Meio Ambiente. A portaria, nº 57, é de 9 de janeiro deste ano.

O que chama a atenção é a parvoíce dos comentadores. Criticam Andreia Gonçalves e seu marido, Rodrigo Andrade (Rolha), pela nomeação que é de inteira responsabilidade do prefeito Ortiz Júnior e de seu pai e mentor, José Bernardo Ortiz..

A boçalidade tomou conta da rede.

O prefeito tucano, réu em pelo menos dois processos, um deles por improbidade administrativa, não recebeu de seus asseclas nenhuma crítica pela nomeação da ex-candidata a vereadora pelo PR.

Agora se sabe o que foi “negociado” com o deputado estadual Padre Afonso (PV), adversário no primeiro turno das eleições municipais e apoiador no segundo turno.

Com a nomeação de Andreia Gonçalves para a Secretaria de Meio Ambiente, o prefeito tucano paga uma parcela de sua dívida eleitoral.

A outra é a nomeação de Arcione Ferreira Viagi como assessor para Assuntos Políticos. Salário: referência 56, igual à dos secretários.

Arcione, filiado ao PPS, possui uma empresa de telemarketing que prestou serviços ao tucano durante toda a campanha eleitoral.

O perfil do novo assessor político de Ortiz Júnior é de um homem rígido, que não admite ser contrariado e não tem pejo de ameaçar quem o critique ou critique seu grupo.

Qualquer semelhança com Bernardo Ortiz ou Joffre Neto não é mera coincidência.

Rodrigo Andrade, assessor de Padre Afonso na Assembleia Legislativa, é o mesmo que foi duramente criticado por Ortiz Júnior quando divulgamos, neste blog, o encontro suspeito do tucano com empresários e políticos no Restaurante Frango Assado, em outubro de 2011.

Leia aqui a notícia bomba do encontro furtivo entre Ortiz Júnior e Djalma Santos. Clique aqui para ler a resposta do empresário sobre a publicação deste blog. Ressalto que o texto é da lavra de Ortiz Júnior.

Os sequazes do prefeito tucano ignoram fatos importantes da história política taubateana nos últimos dois anos.

O arsenal de críticas que dispunham para atacar o ex-prefeito Roberto Peixoto está esgotado, pelo jeito. 

As críticas à nomeação de Andreia Gonçalves são dirigidas a Rodrigo Andrade.

E Ortiz Júnior, não será criticado pela nomeação?

Rodrigo Andrade foi adversário ontem. Hoje é aliado do prefeito tucano?

As críticas a Rodrigo e a Andreia são injustas, imerecidas.

Que culpa cabe a ela? Quem decide e assina a nomeação não é o prefeito? Pelo menos deveria ser assim. Se Júnior nomeou é porque o Sênior concordou.

Cadê a Transparência Taubaté para criticar esta excrescência?

As cajazeiras apontarão seus dedos purulentos em direção ao Palácio do Bom Conselho parra se indignar contra o prefeito que apoiaram?

Está ficando cada vez mais claro que a população foi enganada pelo marketing milionário da campanha tucana e por sequazes xiitas.

Está cada vez mais claro que o Comitê da Faxina só queria “faxinar” o governo Peixoto.

Os conchavos eleitorais comandados pelos Ortizes (como gosta o Barbosa Filhos) foram feitos para direita taubateana manter tudo de novo na Terra de Monteiro Lobato para que não perder seus privilégios de donatários desta urbe quase quatrocentona.

Uma vez tucanalha, sempre tucanalha!

Esta e outras informações podem ser lidas em nossa fã page.