Páginas

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

ORTIZ, MESTRE DE OBRAS MEIA-BOCA, DEIXA
BOMBA DE EFEITO RETARDADO PARA ORTIZ

O mestre das obras precárias deixou de herança para seu filho pelo menos 18 quilômetros de tubulação nas ruas da cidade em estado precário. O último exemplo das porqueiras deixadas pelo engenheiro Ortiz pode ser vista no Terra Nova.

As fotos desta postagem foram gentilmente cedidas pela TV Cidade

Ortiz Jr explica a jornalistas herança deixada pelo papai Ortiz. Conseguiu?
Mestre na construção de obras meia-boca, Bernardo Ortiz deixa para seu filho, Ortiz Júnior, futuro ex-prefeito de Taubaté, como herança, oito mil casas populares construídas sobre um aterro sanitário (todas apresentam rachadura).

É do professor-engenheiro Bernardo Ortiz a construção da tubulação do Parque Três Marias. Uma parte afundou, prejudicando inúmeras casas da região, como é de sua lavra a tubulação da rua Juca Esteves e da Avenida do Povo.

As duas já apresentaram problemas na tubulação, que se rompem quando o volume de água aumenta um pouco, o que é bastante comum neste período chuvoso.

Obra de péssima qualidade deixada por Ortiz castiga futuro ex-prefeito
A simplicidade dos atingidos pela catástrofe, que devem ter apoiado o novo prefeito canastrão de Taubaté, os faz atribuir aos céus o desastre que acomete obras de engenharia mal calculadas e mal feitas, como tudo o que Ortiz construiu nesta urbe.

Bernardo Ortiz é o responsável por outra obra precária em Taubaté: o túnel que liga as ruas José Olegário de Barros e Coronel Augusto Monteiro, entre o hspital-escola e o Colégio Idesa.

A quantidade de obras mal feitas pelo professor-engenheiro são insignificantes, construídas sem o menor zelo.

O Carnaval está chegando.

A tubulação da Avenida do Povo, que já teve problema em frente ao prédio da Câmara Municipal, outra obra pessimamente construída pelo professor e ex-alcaide taubateano.

O logradouro suportaria o peso de milhares de pessoas para ver o desfile das escolas de samba ou viveremos uma tragédia de proporções gigantescas como em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Já se viu que a tubulação existente em Taubaté mão suporta um volume de água um pouco maior que o normal.

O futuro ex-prefeito de Taubaté deveria cobrar de seu pai a bomba de efeito retardado que deixou para as administrações posteriores à dele.

Taubaté está com tudo de novo, agora um pouco pior.

Esta e outras informações você encontra em nossa  fã page.