Páginas

sábado, 16 de fevereiro de 2013

POLLYANA VAI À JUSTIÇA CONTRA
REAJUSTE PARA SECRETÁRIOS

Vereadora quer anular processo legislativo a fim de barrar acréscimo acima de 31% nos subsídios do primeiro escalão do governo Ortiz Júnior.

Pollyana contesta, na Justiça salário de secretário
No início da próxima semana, a vereadora Pollyana Gama (PPS), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Turismo da Câmara de Taubaté, vai protocolar na Vara da Fazenda Pública uma ação judicial para contestar o aumento de 31,63% nos subsídios dos Secretários Municipais, aprovado por 11 votos a 6, na 2ª Sessão Ordinária desta legislatura, na quinta-feira, 14.

Pollyana questiona, entre outras coisas, a moralidade do projeto, visto que em menos de um ano (23/03/2012) os vereadores aprovaram a Lei 4628 que fixou os vencimentos dos Secretários em R$ 9.116,00 a serem pagos a partir do dia 1º de janeiro de 2013.

Com o novo aumento, cada um dos 15 secretários pode receber R$ 12 mil mensais, o segundo maior da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, ficando apenas atrás de Pinda (R$ 12.436,91) e à frente de São José dos Campos (R$ 10.182,52).

“Se a Prefeitura está demitindo para enxugar a folha de pagamento, não há razão para aumentar salário de Secretário. Sem contar que os reajustes do funcionalismo público e dos professores, garantidos pela Constituição, estão defasados e eles não tiveram o mesmo privilégio. A cidade tem outras prioridades”, destacou.

Esta e outras informações você encontra em nossa fã page.