Páginas

domingo, 10 de março de 2013

DRA. SUELI ZERAIK DÁ UM PUXÃO
NA CORDA DA FORCA DE ORTIZ JR
AO CASSAR LUIZINHO E CARLÃO

A Dra Sueli Zeraik, que tem a espinhosa missão de julgar as ações de investigação do Ministério Público Eleitoral contra o prefeito José Bernardo Ortiz Monteiro Júnior não está para brincadeira. A magistrada acaba de dar um puxão na corda da forca que envolve o pescoço do prefeito taubateano.

A juíza eleitoral de Taubaté cassou os diplomas dos vereadores Carlos Peixoto (PMDB) e Luizinho da Farmácia (PR). A sentença foi prolatada na quarta-feira (6) da semana passada e está publicada no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral com data desta segunda-feira (11).

O inteiro teor da sentença não foi divulgado porque o processo contra os vereadores corre em segredo de justiça.

Para disputarem as eleições de 2012, Peixoto e Luizinho da Farmácia recorreram ao Tribunal Regional Eleitoral e obtiveram autorização para participar do pleito eleitoral.

A secretária de Meio Ambiente de Taubaté, Andreia Gonçalves (PV), assume a vaga de Luizinho da Farmácia (PR). Recentemente o agora ex-vereador, irritado, esculhambou o deputado Padre Afonso durante sessão na Câmara Municipal.

Provavelmente, Luizinho da Farmácia sabia do desfecho do processo contra ele na 141ª Zona Eleitoral e partiu para o ataque contra o parlamentar.

A decisão da juíza eleitoral de Taubaté afasta a preocupação existente na cidade com a demora no julgamento do prefeito Ortiz Júnior (PSDB). A Dra. Sueli Zeraik mostra ser cuidadosa e suas decisões dificilmente são reformadas por tribunais superiores.

Recentemente ela solicitou ao seu colega da 14ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Dr. Randolfo Ferraz, “objeto de pé” (situação atual) do processo que tramita em São Paulo contra o futuro ex-prefeito desta urbe quase quatrocentona e seu pai, José Bernardo Ortiz, demitido da FDE pelo governador Geraldo Alckmin

Os fatos investigados e denunciados pelo Ministério Público Eleitoral de Taubaté contra Ortiz Júnior são mais graves.

Minha esperança na Justiça Eleitoral aumentou.