Páginas

terça-feira, 26 de março de 2013

EMPRESÁRIO QUE DENUNCIOU ORTIZ
ACIONA JORNAL CONTATO NA JUSTIÇA

As denúncias feitas pelo empresário Djalma Santos à bancada do PT na Assembleia Legislativa o ano passado continuam rendendo processos e mais processos.

O homem que denunciou possíveis fraudes que teriam sido cometidas na FDE será ouvido agora à tarde no Fórum Criminal da Barra Funda, na Capital no processo que move contra o jornal Contato e o sítio Notibras.

Este blog está sendo processado por injúria pelo caudilho José Bernardo Ortiz e pelo futuro ex-prefeito de Taubaté Ortiz Júnior. No final de janeiro e começo de fevereiro deste ano participei de duas audiências, simultâneas, de tentativa de conciliação no Fórum Criminal de Taubaté.

Não houve conciliação. Os processos seguem seus cursos normalmente.

Agora é a vez de o empresário Djalma Santos processar jornais e jornalistas por se sentir injuriado e caluniado no auge das denúncias feitas contra os Ortizes no caso da compra de mochilas pela FDE, que teriam sido superfaturadas, inclusive com pagamento de propina para Ortiz Júnior.

O assunto ganhou destaque ao ser noticiado em rede nacional pela TV Band, pelo jornalista Boris Casoi, e, posteriormente, pela revista semana IstoÉ.

Em setembro, no início do processo por improbidade administrativa, que corre na 14ª Vara da Fazenda Pública da Capital contra os Ortizes, o sítio Notibras e o Jornal Contato publicaram matérias consideradas injuriosas e caluniosas por Djalma Santos, que foi comparado, à época, ao bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Abaixo, a queixa-crime  do empresário Djalma Santos O processo tem o nº 0114879-2012.8.26.0050