Páginas

domingo, 17 de março de 2013

PROFESSORES DO ESTADO
AMEAÇAM GREVE EM ABRIL

Recebi, na noite deste sábado (16), email do secretário do PSOL de Taubaté, Tony Marmo. informando que os professores da rede estadual de ensino devem entrar em greve a partir do dia 19 de abril.

Reproduzo o email. A mídia, até agora, ignora a informação talvez porque o governo de São Paulo seja tucano. Ou estarei enganado?

Camaradas,

Foi decidido em Assembleia da APEOESP, aos 15 dias de março, que se iniciará uma greve do magistério da rede estadual a partir de 19 de Abril. Quero e devo dizer que tenho 100% de acordo com a pauta, que traz reivindicações necessárias, urgentes, lúcidas e totalmente exequíveis. É muita falta de competência dos nossos políticos que elas não tenham sido já agendadas nos planos de governo e realizadas anos atrás! No mesmo dia 19 de abril, às 14 horas, haverá nova assembleia na Avenida Paulista.

Os professores paulistas entram em greve por: 

1.            Reposição salarial de 36,74% e complementação do reajuste referente a 2012;
2.            Pelo cumprimento da lei do piso: no mínimo 33% da jornada de trabalho para atividades de formação e preparação de aulas;
3.            Dignidade na contratação, condições de trabalho e atendimento no IAMSPE para os professores da categoria O;
4.            Fim da remoção ex-officio e da designação de professores das Escolas de Tempo Integral;
5.            Regime de dedicação exclusiva para todos, por opção de cada professor(a);
6.            Melhores condições de trabalho e políticas de prevenção do adoecimento dos professores;
7.            Fim da lei das faltas médicas;
8.            Fim dos descontos de faltas e licenças médicas para efeito de aposentadoria especial;
9.            Fim das provinhas e avaliações excludentes;
10.         Por um plano de carreira que atenda às necessidades do magistério.
11.         Não à privatização do Hospital do Servidor Público Estadual e do IAMSPE.

ESTA E OUTRAS INFORMAÇÕES VOCÊ ENCONTRA EM NOSSA FÃ PAGE.