Páginas

sábado, 6 de abril de 2013

"TEORIA DA MENTIRA" SE APLICA
PERFEITAMENTE A ORTIZ JÚNIOR

O futuro ex-prefeito de Taubaté foi um aplicado aluno da “Teoria da Mentira”, estudo científico da lavra do professor de Pensamento Geopolítico e Estratégico, da Escola de Geopolítica e Estratégia de Porto Alegre, Fernando G. Sampaio.

Ortiz Júnior sequer conhece o estudo de 2001 elaborada para um debate sobre estratégias políticas na Escola Superior de Geopolítica Estratégica. Sua aplicação na campanha eleitoral de Taubaté foi um fato.

Parece até que o tucano participou do colóquio.

Antes faço um convite à reflexão sobre as promessas de Ortiz Júnior feitas durante a campanha eleitoral:

1.            Não haveria demissões.  Mais de dois mil funcionários foram demitidos no primeiro mês de seus (des)governo.
2.            Não se falava em terceirização da saúde, mas este foi um dos primeiros projetos do prefeito enviados à Câmara.
3.            A merenda escolar não melhorou, mas a Prefeitura fez contrato emergencial e o empenho de quase R$ 10 milhões da verba para a merenda só no primeiro semestre.
4.            O primeiro projeto tucano sobre reajuste salarial enviado à Câmara foi para os secretários municipais, que só não tiveram reajuste de 30% porque a vereadora Pollyana Gama entrou com Mandado de Segurança ma Justiça e impediu impediu a concessão do reajuste.

Ao ler o estudo do professor Fernando G. Sampaio, você terá a impressão que Ortiz Júnior e seus marqueteiros estudaram detidamente a Teoria da Mentira