Páginas

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

APOSENTADO PODE REVER CONSIGNADO

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

Aposentado ou pensionista do INSS, enganados em ofertas de empréstimo, já podem pedir socorro nas agências da Previdência.

O bloqueio ao desconto indevido do consignado em casos de fraude e outras irregularidades, como juros altos e taxas abusivas já tem alternativa.

TEMA DE HOJE NO QUADRO É SEU DIREITO, COM O JORNALISTA E COMENTARISTA JURÍDICO JOSÉ CARLOS CATALDI.

Para pedir a suspensão dos descontos no benefício, o segurado deverá ir pessoalmente à agência da Previdência. Preencher e assinar o requerimento de suspensão.

Nesse documento, além dos dados pessoais, o aposentado ou pensionista deverá informar o banco que está cometendo as irregularidades e resumir o que está acontecendo.

Ao assinar o documento, o segurado concorda que, até o fim da apuração, terá sua margem de empréstimo bloqueada, o que significa que, enquanto o INSS não decidir sobre o caso, ele não poderá pedir um empréstimo.

A resolução cumpre determinação da Justiça Federal do Pará.

Bom que seja assim. Muitas vezes as vítimas são pessoas idosas, doentes, que caem em verdadeiros contos do paco, para ajudar parentes espertos.

Falei e disse!