Páginas

sábado, 3 de agosto de 2013

NESTA SEGUNDA-FEIRA DEPONHO
NA POLÍCIA. MÁFIA AGE EM TAUBATÉ

Nesta segunda-feira (5) me apresentarei à Delegacia Seccional de Polícia de Taubaté para se ouvido em depoimento complementar ao IP 004/S/2012.

Ao que parece, trata-se do inquérito policial aberto à pedido da juíza eleitoral de Taubaté, Sueli Zeraik, para apurar a notícia divulgada neste blog sobre a transferência da filha da magistrada de uma faculdade de Minas Gerais para a Universidade de Taubaté, em abril deste ano.

Soa estranho o inquérito ser de 2012. Se for, só pode se referir a um inquérito aberto a pedido do deputado Padre Afonso (PV), para apurar uma postagem feita no Facebook ofensiva ao parlamentar. Estávamos no auge da campanha eleitoral para prefeito e a postagem foi feita quando eu estava internado no Hospital Regional por conta de um infarto.

Há dois inquéritos contra este blog tramitando na Delegacia Secional de Polícia: um do vereador desnecessário, Joffre Neto (PSB), contra mim e o jornalista Carlos Karnas, e outro instaurado a pedido da juíza eleitoral de Taubaté, no qual o jornalista Barbosa Filho também está incluído.

ESQUEMA MAFIOSO

A máfia taubateana age nos bastidores para me intimidar. O subchefe, pessoa importante na cidade, é capaz de autorizar depoimentos mentirosos de funcionário subalternos para agradar o chefe supremo e garantir seu status social.

Sei mais do que estou escrevendo neste texto.

Quando souber exatamente porque estou sendo chamado para um depoimento complementar na Polícia, trarei á luz as informações que ainda não detenho.

Deporei com a consciência tranquila de quem não precisa escamotear a verdade nem tergiversar para fugir á sua responsabilidade.

A verdade está comigo e com ela enfrentarei a máfia taubateana encastelada no poder.

De cara limpa e peito aberto, como sempre fiz em meus 62 anos de vida, enfrentarei e denunciarei os mafiosos taubateanos.

Não os temo. Eles é que devem temer as verdades contidas em meus textos..

Abaixo, cópia da intimação policial.