Páginas

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

LIVRE DA CASSAÇÃO, PEIXOTO
SE PREPARA PARA PRESIDIR CM

Os vereadores Carlos Peixoto (PMDB) e Luizinho da Farmácia (PR) respiram aliviados. O TRE decidiu nesta terça-feira (20/08) reverter decisão da Justiça Eleitoral de Taubaté que havia cassado o diploma dos parlamentares.

O relator do recurso o juiz Paulo Galizia. Havia, segundo advogados de Carlos Peixoto, parecer favorável à manutenção dos parlamentares em seus cargos.

Perde com a decisão o deputado estadual Padre Afonso Lobato (PV), que queria ter Andreia Gonçalves (PR) com um assento na Câmara Municipal, e perde Renan Santana, presidente do nanico PPL (Partido Pátria Livre), assessor do deputado na Assembleia Legislativa.

A correlação de forças na Câmara Municipal permanece a mesma. As mudanças possíveis ocorrerão por conta do desfecho da cassação do prefeito Ortiz Júnior (PSDB), a um passo de se tornar “ex”, como apregoamos neste blog desde 1º de janeiro.

Nos bastidores da Câmara Municipal comentava-se que Carlos Peixoto seria o próximo presidente da Casa Dr. Pedro Costa. As negociações devem avançar, após o TRE julgar o recurso impetrado pelo vereador e resolver mantê-lo no cargo.

Taubaté não ganha nada, a não ser que a base aliada do quase futuro ex-prefeito se esfacele, o que não é difícil.

Esperemos as próximas movimentações no tabuleiro político local.