Páginas

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

MUITO AJUDA QUEM NÃO ATRAPALHA

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O dito popular pode ser atualizado para: não se pode confiar em mais ninguém. Nem nos prepostos da Caixa, de colete, com a inscrição “Posso Ajudar?”. A Polícia Federal desarticulou quadrilha especializada em clonar cartões de crédito e débito de correntistas da Caixa Econômica Federal.

Suspeitos eram terceirizados do banco e trabalhavam no atendimento aos clientes. Golpistas agiam desde julho de 2012, e, segundo o delegado Fabrício de Souza Costa, do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos, causaram prejuízo de ao menos R$ 5 milhões aos clientes, a quem pretensamente ajudavam, e à próprio instituição.

A operação policial intitulada "Posso Ajudar", cumpriu oito mandados de busca. Ouviu nove suspeitos, que fingiam auxiliar clientes idosos, deficientes ou com dificuldade de manusear os terminais de autoatendimento. Decoravam suas senhas, clonavam cartões e faziam saques ou transferências.

Aonde vamos parar?

A Caixa Econômica tem o dever de indenizar todos os lesados.

Já fui contra. Mas, só a pena de morte pode dar jeito nessa crise moral que atinge o País. É golpe pra todo lado!


Falei e disse!