Páginas

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

SALVADOR KHURIYEH E VERA SABA
DISPUTAM DIRETÓRIO DO PT

O PT realiza no próximo dia 18/11 seu processo de eleição direta (PED), quando os militantes do partido escolherão, por voto direto, os presidentes dos diretórios municipais, estaduais e nacional. Simples assim.

O ex-prefeito de Osasco, Emídio de Souza, que disputa a presidência do diretório estadual do partido, estará em Taubaté, na Câmara Municipal, neste sábado (05/11), às 11 horas, para o lançamento de sua candidatura. Às 14 horas, haverá debate.

TAUBATÉ

O diretor administrativo e financeiro da SPTrans, ex-prefeito Salvador Khuriyeh, deverá lançar sua candidatura à presidência do diretório municipal do PT no dia 18 de outubro, um mês antes do PED.

Salvadofr Khuriyeh e Vera Saba na Praça D. Epaminondas, em 2011
Na linguagem petista, khuriyeh e Vera Saba “baterão chapa”, isto é, disputarão no voto dos militantes filiados quem presidirá o diretório municipal do partido em Taubaté.

Isaac do Carmo apostou no consenso e desistiu de disputar a presidência do PT para apoiar Salvador Khuriyeh. A vereadora Vera Saba preferiu disputar voto a voto o direito de presidir o diretório municipal do partido. O vereador Salvador Soares terias desistido de disputar o PED na chapa de sua colega cde Câmara Municipal.

A aparente desunião petista mostra exatamente o contrário: as várias correntes disputam os votos dos militantes pelo direito de dirigir o partido.

Na eleição do presidente nacional do PT, por exemplo, o voto da presidenta Dilma Rousseff tem o mesmo peso que o voto de um militante de Taubaté ou do ex-presidente Lula. Cada militante é dono de um voto.

Isto faz a diferença entre o PT e os demais partidos. O envolvimento da militância com os candidatos aos diretórios se reflete nas eleições gerais. Mostra também que o PT não tem dono, pois busca a formação de liderançpas políticas.

SPTRANS

Durante uma semana, a partir deste sábado (05/10), o ex-prefeito de Taubaté, Salvador Khuriyeh, assume a presidência da SPTrans (São Paulo Transportes), estatal ligada à Prefeitura da Capital.

Jimar Tatto, secretario de Transportes e presidente do órgão, participa de um congresso na Bélgica. O secretário-adjunto José Evaldo Gonçalo assume a secretaria e Salvador khuriyeh ocupa a vaga de Tatto na presidência da SPTrans.

O prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) fez uma modificação importante na hierarquia administrativa da Prefeiturar. A SPTrans, por exemplo, é ligada à Secretaria Municipal de Transportes. Sendo assim, o secretário Jilmar Tatto acumula a secretaria e a presidência do órgão.

Ao invés de nomear duas pessoas e pagar dois salários, Haddad nomeia apenas um. Salvador Khuriyeh é diretor administrativo e financeiro da SPTrans. Ocupará a presidência interina do órgão ao longo desta semanas, o que significa a importância do taubateano na administração municipal da Capital.