Páginas

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ASSÉDIO É IMPROBIDADE
NO SERVIÇO PÚBLICO

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O assédio moral, mais do que apenas uma provocação no local de trabalho, como sarcasmo, crítica, zombaria e trote, é campanha psicológica com o objetivo de fazer da vítima uma pessoa rejeitada. Ela é submetida a difamação, abusos verbais, agressões e tratamento frio e impessoal.

A ministra Eliana Calmon não ampliou o conceito à iniciativa privada ao julgar a matéria no Superior Tribunal de Justiça, de certo porque a competência originária nesses casos é da Justiça do Trabalho.

Embora trabalhadores da iniciativa privada sejam mais vulneráveis a esse tipo de abuso, a estabilidade que os servidores públicos têm de seus cargos não tem sido suficiente para impedir o assédio, seja moral ou sexual.

Justíssima decisão.

Falei e disse!