Páginas

sábado, 14 de dezembro de 2013

CORDEL DOS JUÍZES

Silvio Prado, professor

Juízes

Que juiz nunca vendeu
Ao menos uma sentença
Provando para o bandido
Que o que faz a diferença
É um saco de moedas
Dizendo que o crime compensa?

Que juiz nunca usou
Sua bela investidura
Para produzir sentenças
Referendando a aventura
De bandidos que usufruem
De cofres e prefeituras?

Que juiz não disse amém
Ao sujeito destacado
Cidadão tão conhecido
Quase dono do Estado
Que se servindo do povo

Serve ao crime organizado?