Páginas

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

E AGORA, BARBOSA?
PERGUNTA O PROFESSOR

Silvio Prado, professor

E AGORA, BARBOSA?

Como é que fica Barbosa
O caso do trensalão
Ou somente na esquerda
E jamais na oposição
O senhor só vê quadrilha
E todo tipo de ladrão?

Como é que fica Barbosa
O tal mensalão mineiro
Aquele que lá em Minas
Com jeitinho bem maneiro
Num assalto escandaloso
Começou tudo primeiro?

Como é que fica Barbosa
Tamanha e brutal injustiça
Começando pelo fim
O rosário de sua missa
Mostrando que sua toga
Não é livre, é submissa.

Claro, Barbosa, não fica
E se ficar logo tem dano
Pois debaixo dessa toga
Falo sem nenhum engano
Bate um coração que morre
De amor pelos tucanos.