Páginas

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

ALLEGRO MA NON TROPPO

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O governo pode endurecer com vândalos e baderneiros mascarados. Excessos na livre manifestação do pensamento podem ser punidos com pena entre 5 e 10 anos de prisão.

A população cobra rigor dos governantes. Mesmo assim existe de parte da presidente Dilma Rousseff muita cautela para não inibir a manifestação de protesto justa e ordeira.

O texto final da proposta ainda não está fechado. Mas é certo que para conter a onda de violência o Brasil possa seguir legislações de outros países.

No Canadá o manifestante mascarado que promove baderna pode ser condenado a até 10 anos de reclusão. Nos EUA, 12 Estados responsabilizam criminalmente quem participa de protestos com o rosto encoberto. Na frança, destruir patrimônio público pode dar 15 anos de cadeia.

Trabalha-se com a idéia de adotar juizados itinerantes para resolver conflitos ocorridos durante os protestos, como ocorre em estádios de futebol.

O uso de balas de borracha pela polícia também pode ser adotado.

As penas por dano ao patrimônio público, lesão corporal e homicídios em manifestações serão aumentadas.

É como se diz na sinfonia: “allegro ma non troppo” – (rápido, mas não muito); ou como dizia Che Guevara: “hay que endurecerse pero sin perder la ternura jamas...”

Falei e disse!