Páginas

sábado, 1 de fevereiro de 2014

ORTIZ JR APELA AO TSE PARA BARRAR
JULGAMENTO DA "LAVANDERIA TUCANA"

O “exército” de advogados que defendem os interesses do futuro ex-prefeito de Taubaté protocolaram na última segunda-feira (27/01), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), agravo de instrumento para tentar barrar o julgamento da “lavanderia tucana”.

Na mesma segunda-feira, a juíza eleitoral de Taubaté, Sueli Zeraik, despachava na AIJE 952-92.2012.6.26.0141, mandando intimar as partes (réus, testemunhas e ministério Público) para a produção de provas, se assim o desejarem.

Clique aqui para ler a matéria que publicamos quinta-feira (30/01), contendo o andamento do processo eleitoral que deverá ser julgado em Taubaté por determinação do TRE de São Paulo.

O agravo de instrumento impetrado por Ortiz Junior está nas mãos do ministro João Otávio de Noronha, relator do recurso eleitoral, que, por sua vez, entregou ao Ministério Público Eleitoral na sexta-feira (31/01) para vista e emissão de parecer.

Fica cada vez mais claro que o objetivo de Ortiz Junior é procrastinar o andamento do processo eleitoral, que não pode ser deslindado em Taubaté até o TSE se manifestar sobre a pendenga.

A defesa do tucano usará de todos os recursos possíveis para impedir que Ortiz Junior, dono da campanha eleitoral mais milionária jamais vista na história política de Taubaté, tenha sua “lavanderia” julgada.

Testemunhas não faltam: tem ex-militar, tem primo do deputado federal Gabriel Chalita (PMDB), tem funcionários da FDE, tem “doação” de Bernardo Ortiz, que não paga nem cafezinho para seus colaboradores, de ex-cabos-eleitorais, tem... testemunhas não faltam, basta convocá-las.

Abaixo, informações sobre o agravo de instrumento protocolado segunda-feira (27/01) e seu andamento até a sexta-feira (31/01).

PROCESSO:

AI Nº 5117 - Agravo de Instrumento UF: SP
JUDICIÁRIA
Nº ÚNICO:

5117.2014.600.0000
MUNICÍPIO:

TAUBATÉ - SP
N.° Origem: 95292
PROTOCOLO:

12002014 - 27/01/2014 13:37
AGRAVANTES:

JOSÉ BERNARDO ORTIZ MONTEIRO JÚNIOR
AGRAVANTES:

EDSON APARECIDO DE OLIVEIRA
ADVOGADO:

ARNALDO MALHEIROS
ADVOGADO:

RICARDO PENTEADO DE FREITAS BORGES
ADVOGADO:

MARCELO CERTAIN TOLEDO
ADVOGADO:

FRANCISCO OCTAVIO DE ALMEIDA PRADO FILHO
ADVOGADO:

AMÍLCAR LUIZ TOBIAS RIBEIRO
ADVOGADO:

EDUARDO MIGUEL DA SILVA CARVALHO
ADVOGADO:

GUILHERME PAIVA CORRÊA DA SILVA
AGRAVADO:

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
RELATOR(A):

MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA
ASSUNTO:

AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL - CAPTAÇÃO OU GASTO ILÍCITO DE RECURSOS FINANCEIROS DE CAMPANHA ELEITORAL - CARGO - PREFEITO - VICE-PREFEITO
LOCALIZAÇÃO:

GAB-SJD-GABINETE DA SJD
FASE ATUAL:

31/01/2014 15:45-Entrega em carga/vista (Ministério Público Eleitoral)

Seção Data e Hora Andamento

GAB-SJD 31/01/2014 15:45 Entrega em carga/vista (Ministério Público Eleitoral)

GAB-SJD 30/01/2014 15:47 Recebimento

CPADI 30/01/2014 15:32 Remessa para GAB-SJD.

CPADI 30/01/2014 15:32 Para análise.

CPADI 30/01/2014 15:32 Liberação da distribuição. Prevenção do art. 260 do CE em 28/01/2014 MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA

CPADI 30/01/2014 13:06 Montagem concluída

CPADI 29/01/2014 17:40 Enviado para Montagem

CPADI 28/01/2014 18:22 Autuado - AI nº 51-17.2014.6.00.0000

CPADI 28/01/2014 17:49 Recebimento

SEPRO 27/01/2014 17:06 Encaminhado para CPADI

SEPRO 27/01/2014 17:04 Documento registrado

SEPRO 27/01/2014 13:37 Protocolado

NOTA DA REDAÇÃO: Agradeço ao amigo internauta que me enviou a informação sobre o recurso eleitoral tucano. Informação relevate.